Hypnos: este moletom com capuz inflável vai te fazer dormir em qualquer lugar

Por: Matheus Ferreira

A vida cotidiana é muito corrida. Com um sono cada vez menor e uma rotina cada vez mais cansativa, muitas vezes acabamos aproveitando cada pequena oportunidade para dar um cochilo. E se você é do tipo que é só encostar em qualquer lugar que já está dormindo, você precisa conhecer o Hypnos agora mesmo.

O Hypnos é um casaco com um capuz inflável, capaz de se transformar em um ergonômico travesseiro para que você possa tirar suas sonecas aleatórias em qualquer lugar que estiver, sem acordar todo dolorido por isso.

https://www.youtube.com/watch?v=A2OHAzAqgCY

-- Continua depois do anúncio-- -- Fim do anúncio--

O Hypnos é um projeto do Kickstarter. Ou seja, está recebendo fundos de financiamento coletivo para se tornar realidade para as massas. Mas não vai demorar muito não.

Os desenvolvedores estavam pedindo US$ 30 mil para começarem o desenvolvimento do projeto em escala e até o momento que eu escrevo este post, eles já arrecadaram mais de US$ 150 mil.

hypnos-kickstarter-blog-geek-publicitario

O Hypnos está disponível em diversos modelos e cores, além disso, seu compartimento inflável se enche e esvazia em cerca de 3 segundos. E tudo isso é feito como se fosse uma bexiga. Nada de equipamentos eletrônicos ou bombas.

Já pensou que maravilha ter um moletom como esse pra aproveitar aquela aula tediante do colégio, ou então encostar no banco do ônibus e dormir enquanto não chega no seu destino?

hypnos-moleton-casaco-capuz-inflável-3-blog-geek-publicitario hypnos-moleton-blusa-capuz-inflável-2-blog-geek-publicitario

Eu não tenho dúvidas de que seria um ser muito mais feliz (e dorminhoco) com um Hypnos pra mim.

Se você ficou interessado e quer saber um pouco mais ou ajudar a financiar o Hypnos, pode acessar a página do projeto no Kickstarter.

Com amor, GKPB. <3

Publicado por

Matheus Ferreira

Matheus Ferreira, 25. Publicitário, fundador do @gPublicitario, ♓, amante de arte, música e tecnologia. Snap: ferreiramaath

Comentários