Motorola destrói smartphones para ver a reação de consumidores

Por: Colaboradores

Quem é fã e acompanha a nova trajetória da Motorola sabe que o rumo para onde ela está indo são os famosos smartphones “inquebráveis”.  E hoje a empresa americana lançou seu primeiro – de quatro – filmes de divulgação sobre o Moto X Force, a campanha nomeada com a tag #PhoneLove não é tão bonitinha como o nome, destruindo os telefones atuais dos participantes para vislumbrar suas reações. Macabro não?

Para protagonizar o enredo de terro a empresa contratou nada menos e nada mais do que o ator Ashton Kutcher, que é o responsável por fazer diversas perguntas aos consumidores e até mesmo alguns funcionários da empresa, que estão ligados a um detector de mentiras.

A propaganda para anunciar o Moto X Force baseou-se em um estudo bem claro que mostra como as pessoas não vivem sem o seu aparelho telefônico e como eles são importantes no seu dia à dia.

Leia também:  Hora de Aventura no McLanche Feliz, Repense o 7 e Novo logo RecordTV | GKPB Em Vídeo #101
-- Continua depois do anúncio-- -- Fim do anúncio--

Se você mentir, seu telefone irá cair: “você prefere que sua mãe veja todas as fotos do seu telefone do que deixa-lo cair?”

reção-5

É fácil observar que as pessoas mantem hoje uma relação de carinho e afeto mais forte com o seu próprio smartphone do que com o mundo ao redor. Transformam o celular em um confidente, relacionam-se através dele e trocam segredos. Isso é o que afirma o estudo que revelou que 84% da população estudada disse que não viveria um sequer dia sem seu celular. Mas convenhamos, na atualidade em que vivemos tudo é baseado no novo membro de seu corpo, você paga contas, chama táxi, pede comida, tudo isso direto do seu telefone e tornar seu companheiro fiel “inquebrável, foi o que a Motorola fez (ou está tentando fazer).

Leia também:  Motorola anuncia novos Moto G5 e Moto G5 Plus

Os demais filmes da saga irão abordar um pouco além das melhorias do smartphone, assim como a bateria e o tempo que leva para ser carregada por completo.

Por Pedro Ribas.

Com amor, GKPB. <3

Comentários