Mona Migs: o aplicativo que ajuda a encontrar novo lar a LGBT’s expulsos de casa

Por: Colaboradores

Há inúmeras histórias relatando casos da expulsão de pessoas LGBT’s de seus lares regadas ao preconceito e intolerância. Esses primeiros sinais de preconceito acabam levantando uma estatística realmente grande sobre a realidade dos jovens que ficam sem abrigo após a exposição e/ou declaração de sua natureza sexual.

Pensando nos diversos casos relatados e as inúmeras histórias que podemos encontrar internet à fora, um grupo de universitários pernambucanos se uniram para criar o aplicativo Mona Migs, que tem com objetivo ajudar os LGBT’s expulsos a encontrar um lar.

geek-publicitario-mona-migs-1

-- Continua depois do anúncio-- -- Fim do anúncio--

“Nós conhecemos algumas pessoas que foram expulsas de casa por LGBTfobia e tínhamos o desejo de ajudar elas diretamente a encontrar algum tipo de apoio, contudo nem sempre podíamos”, explica Nathalia Paiva Lima, uma das idealizadoras do aplicativo.

Leia também:  Roda Viva Influenciadores, Habib’s vs Conar e Novo app Uber | GKPB Em Vídeo #98

Como funciona?

Para juntar a pessoas que precisam de um abrigo com aquelas que querem ajudar a inteligência do app  é bem simples, fazendo um match ligando as pessoas expulsas de seus lares com aquelas dispostas a ajudar acolhendo-as.

Para ajudar não precisa de muita coisa, basta a pessoa que queria ceder a casa fazer um cadastro informando o nome, e-mail, telefone e rede social. Já a pessoa que precisa do lar irá apenas se cadastrar com nome e redes sociais, depois do match os mesmos poderão conversar, por meio das mídias sociais e irão ver se seguirão com o acolhimento.

geek-publicitario-mona-migs

“Segundo a nossa pesquisa, verificamos que realmente existe um número expressivo de pessoas que foram expulsas de casa por sua sexualidade e, por sorte, também existe um número impressionante de pessoas dispostas a ajudar recebendo-as em suas casas”, relata Nathalia.

Leia também:  Com naturalidade, Coca-Cola aposta na diversidade em novo comercial

Além de abrigo, os criadores do aplicativo buscam viabilização de projetos sociais como o acompanhamento psicológico do acolhido. No site do aplicativo já é possível realizar os cadastros e enviar mensagens. A equipe já está alinhando para apresentar ao Ministério Público de Pernambuco junto as condições legais para os futuros acolhimentos promovidos pela Mona Migs.

Por Pedro Ribas.

Com amor, GKPB. <3

Comentários