Outback vai vender batatas smile em forma de emojis

Por: Matheus Ferreira

Como se já não bastasse as cebolas Bloomin’ Onion, as fritas Aussie Cheese Fries, aquela costela com barbecue, o Outback acha que você ainda vai ter lugar no estômago pra pedir mais alguma coisa do cardápio deles e por isso a companhia está preparando batatas do tipo smile com forma de emojis.

Esqueça aquelas carinhas simpáticas todas iguais. Agora as batatas “emoticons” da McCain devem trazer diversos formatos diferentes, todos inspirados nos emojis. Aquelas carinhas que viraram febre entre a garotada viciada em apps de smartphones, como Whatsapp e Snapchat.

batata-smile-emoticon-emoji-fritas-outback-mccain-blog-gkpb

A informação foi confirmada pelo pessoal do Outback Steakhouse, no Facebook, conforme nós já tínhamos adiantado aqui em 24/06, neste mesmo post.

Leia também:  Netflix aproveita "animojis", da Apple, para promover Black Mirror

Batatas em forma de emojis Made in Brasil

As batatas Emoticons foram apresentadas hoje durante o Cannes Lion 2016, pela Crispin Porter + Bogusky Brasil, que criou o novo produto em parceria com o pessoal da McCain, o maior vendedor de batatas congeladas do mundo.

Ainda de acordo com o vídeo de divulgação, as batatas criadas aqui devem ser vendidas pela McCain no restante do mundo. No entanto, pelo menos neste primeiro momento, o Outback terá exclusividade na comercialização por aqui.

Preço e Disponibilidade

A Batata Emoticon já pode ser encontrada nas unidades do Outback de todo o Brasil e pode ser pedida como acompanhamento de um prato principal ou como porção, pelo valor de R$ 21,50.

Leia também:  McDonald's vai ter refil de fritas no Brasil durante Black Friday

Com informações de: B9. *Post atualizado para inserir novas informações de disponibilidade e preço.

Com amor, GKPB. <3
Acompanhe novidades em tempo real seguindo nosso perfil no Instagram.

Publicado por

Matheus Ferreira

Matheus Ferreira, 26. Publicitário e fundador do Geek Publicitário. Falo sobre Publicidade, TV, Design e Tecnologia.

Comentários