whatsapp-facebook-messenger

“Visto em”. Quando um recurso vira falta de privacidade

Por: Matheus Ferreira

Muito se fala em privacidade, principalmente nos tempos pós Edward Snowden. Já cansei de ler artigos que falam do cuidado que devemos ter com as imagens que colocamos nas redes, as frases e etc. Mas eu nunca vi um artigo falando do recurso que mais me incomoda quando o assunto é privacidade: os sistemas de mensagens instantâneas.

Com o avanço das tecnologias, cada vez mais os serviços de mensagem de texto estão avançando para opções como Facebook Messenger ou Whatsapp. Com a chegada desses serviços via internet, a comunicação ficou mais fácil e barata. Mas, se por um lado os recursos e possibilidades dos novos serviços de comunicação instantânea trazem benefícios, por outro, perdemos cada vez nossa privacidade diante de recursos simples e viciantes, onde você sabe se a pessoa viu o que você escreveu e/ou qual a última vez que ela esteve online. Que eu vou chamar aqui de “visto em”

Leia também:  Deixe sua foto de perfil no Facebook com o tema das Olimpíadas Rio 2016

É chato

O recurso é chato. Quantas vezes já não me falaram: “nossa, olhou e nem falou nada!”. Espera, caramba. Não é porque eu vi que quer dizer que eu tenho disponibilidade de responder naquele momento. As pessoas acham que temos que ficar o dia inteiro disponíveis e prontos pra respondê-las sempre. E isso acontece por quê? Porque deixamos isso acontecer.

Já cansei de ver pessoas se matando para não abrir uma notificação pra não ser “pega” por quem mandou. Porque cobrariam uma resposta imediata. Parece bobo, e é, mas acontece mais do que imaginamos. Eu já cansei de fazer isso. E em uma dessas vezes foi que me perguntei: mas porque diabos eu estou fugindo do meu celular?

Leia também:  Facebook tenta mais uma vez bater o Snapchat com app "Flash"

Gadgets devem ser utilizados para facilitar as relações, não causar problemas.

É viciante

Sim. É viciante.

Ao mesmo tempo que queremos liberdade, cobramos dos outros. E se não cobramos do outro, nos martirizamos por isso. Acho que mais do que me irritar com pessoas me perguntando porque não respondi é ver que a pessoa que eu mandei a mensagem está ou esteve online após o envio e não me respondeu.

Pode significar muito mais

Até aqui eu estava falando de relações normais, entre pessoas amigas, ou companheiros de trabalho. Se falarmos de namorados a coisa pode piorar.

Como provar pra sua namorada que o fato de você ter estado online às 5h da manhã no Whatsapp não quer dizer nada, além de que você acordou pra beber água e tinha uma notificação ali, que você viu e já voltou a dormir.

Leia também:  Vídeo provando que Toddy é melhor que Nescau viraliza e marca aproveita oportunidade

Já ouvi pessoas dizendo: “Ah.. ele não acordou ainda, porque tá aqui que a última vez que ele esteve online no Whatsapp foi ontem à noite.”.

Conclusão

Se o grande problema do mundo atual é a falta de privacidade, eu acredito realmente que neste ponto nós estamos completamente invadidos. Eu não ligo se o Google sabe que eu fui pra Curitiba na semana passada, nem que eu gosto de tecnologia para me oferecer anúncios. Mas eu fico extremamente incomodado em saber que meus amigos se acham no direito de me cobrar e de monitorar meus passos através de um simples recurso que mostra quando estive online.

Com amor, GKPB. <3

Publicado por

Matheus Ferreira

Matheus Ferreira, 25. Publicitário, fundador do @gPublicitario, ♓, amante de arte, música e tecnologia. Snap: ferreiramaath

Comentários