Ady Harley, do Google apresenta o serviço de streaming na sede da Samsung. Ao lado dele estão o vice-presidente da área de dispositivos móveis da marca sul-coreana, João Pedro Flecha de Lima (no meio), e o diretor do Media Solution Center da Samsung para a América Latina, Fabio Croitor (Foto: Tassia Moretz/TechTudo)

Google Play Music finalmente chega ao Brasil; apenas para usuários Samsung :(

Por: Matheus Ferreira

Depois de conhecer a comodidade de serviços de música por streaming como o Rdio, Deezer e Spotify eu não quero mais ter que ficar baixando e fazendo upload das minhas músicas. E o Google Play Music (All Access) veio justamente brigar com esses peixes grandes. Mas o Google Play Music nunca esteve oficialmente disponível no Brasil.

get-started-now-google-play-music-teste-ingles-blog-geek-publicitario
Tela de apresentação do serviço (em inglês).

Mas isso está prestes a acabar, pois o Google anunciou que o serviço deve chegar ao país em 1º de novembro. Mas não se anime. O Google está trazendo o serviço pra cá em uma parceria com a Samsung. E ele estará disponível inicialmente apenas para quem comprar um Galaxy S4, Galaxy S5 ou um tablet da linha Galaxy Tab S.

Pois é, este tipo de parceria não é algo muito comum com o Google, mas infelizmente é real.

Leia também:  Google lança app oficial de planos de fundo para o Android

Quem tiver coragem o suficiente pra investir uma pancada em um desses dispositivos e paciência pra lidar com a TouchWiz ganhará 6 meses de All Access gratuitos. Uma licença de 3 meses grátis deverá ser oferecida na compra de um daqueles fones caros da linha Level.

samsung-level-divulgacao-blog-geek-publicitario

Isso obviamente deixa claro que a intenção da Sammy nesta parceria é bater de frente com a Beats. Empresa recém comprada pela Apple, que também tem uma linha de fones que valem mais que meus dois rins juntos e fez bastante sucesso lá fora com o serviço de streaming Beats Music.

Sobre o preço do serviço quando esses prazos gratuitos terminarem, ninguém quis falar, mas obviamente ficará próximo dos valores já praticados pelos concorrentes por aqui: R$ 14,90. Na verdade tô achando que vai ser um pouco mais caro, porque o diretor de parcerias musicais para a América Latina do Google, Ady Harley, fez questão de frisar os diferenciais da plataforma:

Leia também:  Google lança campanha do Tradutor com foco nos Jogos Olímpicos do Rio

“Se você pensar em outros serviços de assinatura, eles não têm loja à la carte própria e nem serviço de armazenamento de coleções de músicas da nuvem, sem custo. As outras lojas à la carte, de outros serviços, não têm assinatura nem armazenamento na nuvem. Nosso outro grande diferencial são os algoritmos da Google que garantem uma experiência muito personalizada e prazerosa”.

google-play-music-get-started-ingles-reproducao-blog-geek-publicitario

A versão tupiniquim do serviço contará com cerca de 25 milhões de músicas. O que o coloca já de início a pé de igualdade com o Rdio e o faz perder para o Deezer e Spotify, que têm cerca de 5 milhões a mais. Será possível ainda comprar músicas ou álbuns por valores que devem variar de R$ 2 a R$ 20, em média. Da mesma forma que os usuários da Apple já fazem com o iTunes.

Leia também:  Google Duo: aplicativo de videochamadas do Google

Eu mal posso esperar pra este serviço estar disponível para todos os usuários Android. Ou algum canalha inventar uma maneira de burlar isso pra eu poder usar essa %$#@! logo.

Com informações de: TechTudo / Foto: Tassia Moretz/TechTudo

Com amor, GKPB. <3

Publicado por

Matheus Ferreira

Matheus Ferreira, 25. Publicitário, fundador do @gPublicitario, ♓, amante de arte, música e tecnologia. Snap: ferreiramaath

Comentários