prefescura-prefeitura-de-curitiba-deprefs-destaque-blog-geek-publicitario

Prefrescura de Curitiba: Os perigos de uma administração pública descolada demais

Por: Matheus Ferreira

Há cerca de um ano, quando ainda morava na capital paulistana, me deparei pela primeira vez com a página da Prefeitura de Curitiba… E achei o máximo.

Naquela ~época~ as coisas eram bem diferentes. Apenas dois amigos curtiam a página e ela nunca tinha sido pauta de nenhum evento ou discussão em uma roda de amigos em que eu estivesse presente. Era apenas uma página descontraída fazendo um trabalho árduo e interessante de aproximar jovens de uma administração pública.

prefeitura-de-curitiba-pagina-prefs-facebook-blog-geek-publicitario

Hoje, uma volta da terra em torno do sol depois, eu estou ainda tentando entender onde foi que o fio se perdeu:

23 amigos que curtem a página (apenas 3 curitibanos) e ela deve ter o dobro, senão o triplo de seguidores que tinha em nosso primeiro encontro. Nos grupos e eventos que discutem os melhores cases e o futuro das redes sociais é praticamente impossível não ler ou escutar uma citação sobre a página da Prefeitura de Curitiba.

O fato é que hoje a página da “Prefs” é uma das principais referências para criativos, redatores e publicitários no ramo da xoxial Social Media.

Leia também:  Instagram Zoom vai permitir finalmente ampliar imagens do feed
print-enquanto-isso-na-pagina-da-prefeitura-de-curitiba-prefrescura-jamaica-thiago
Exemplo de relacionamento e gerenciamento de crise, não é? – Reprodução – Facebook

Em um mundo de publicitários formados a página de Facebook com pêra, não é surpreendente que Marcel Bely e companhia tenham virado semi-deuses da publicidade.

Interessante pra muitas pessoas… E poderia ser pra mim também, se eu não fosse morador da cidade há cerca de 10 meses. E eu poderia ficar horas aqui discutindo sobre os “problemas que existem em todos os lugares”. Mas esse não é o ponto.

Aliás, às vezes eu me pergunto se moro na mesma cidade que os administradores da página. Porque sinto calafrios quando ouço falar em qualquer coisa que comece com página da prefeitura. Ou eles andam ocupados demais assistindo Cartoon Network e palestrando em eventos; ou realmente é muita, mas muita hipocrisia.

Reprodução - Prefrescura de curitiba
Reprodução – Prefrescura de curitiba

E há algo perigosamente crítico no meio dessa história: no mundo lúdico retratado pela página, não há espaço para cobranças da população sob o sério risco de ser ridicularizado com algum meme. E eles podem ser inacreditavelmente criado pelos próprios administradores da página, ou pelos sentinelas defensores do humor incessante.

Leia também:  Globo no Teleton, Garfield SEARA e Facebook Flash | GKPB Em Vídeo #99
print-enquanto-isso-na-pagina-da-prefeitura-de-curitiba-prefrescura-jamaica-andre
Enquanto isso na Prefrescu- ops… Prefeitura de Curitiba – Reprodução – Facebook

Há poucos dias tomei conhecimento de uma paródia da famigerada página. Foi um imenso alívio do tipo: “PQP, não estou sozinho no mundo”. Entusiasmado, corri entrar estabelecer contato com o administrador da Prefrescura de Curitiba pra saber se éramos do mesmo planeta.

prefescura-prefeitura-de-curitiba-brasao-blog-geek-publicitario

O entrevistado, que receosamente se recusou a revelar a verdadeira identidade, respondeu algumas questões para o Blog e algumas das perguntas têm respostas interessantes, que compartilho com vocês abaixo:

O que te levou a criar a página?

Já havia a idéia em mente, mas as turbulências do cotidiano sempre falaram mais alto. O momento veio quando fui cobrar um serviço da prefeitura, na página deles, e os seguidores começaram a ofender. Entre eles, um funcionário municipal.

Você acha que o trabalho da página da Prefeitura de Curitiba soa como hipocrisia?

Depende. O que todo mundo quer é que uma prefeitura faça sempre uma boa gestão na cidade. As ações de uma prefeitura influem direto no meio em que se vive, tal qual a falta delas.

Você acha que a prefeitura leva os conceitos de Maquiavel a sério, quanto ao fato de ser “melhor falar do que fazer”?

Machiavelli é pesado, risos. Não acho que eles apliquem conceitos d’O Príncipe ou d’A Arte da Guerra na instituição. Já a página oficial lembra mais a Aldous Huxley, aquele entorpecimento coletivo. De qualquer forma, a frase de Niccoló se encaixa sim.

Leia também:  E se a gente removesse os posts patrocinados dos perfis dos influenciadores no Instagram?

Qual a repercussão que a pagina já teve até agora?

Repercussão mediana, com uma nota na Gazeta do Povo. [Principal veículo de comunicação do Paraná.] Ainda somos uma página pequena.

Alguém da prefeitura já se pronunciou ou entrou em contato com vc?

Não.

Quais sãos seus projetos para o futuro da pagina?

Atingir 5 mil, risos.

Bom, acho que ele não irá precisar esperar muito. Afinal, no momento em que digito este texto, a Prefrescura de Curitiba já ultrapassou as 4,5 mil curtidas. Bem menos do que “a outra” (como eles mesmos gostam de referenciar) tem, com 427 mil. Infelizmente.

E como muitos blogs de publicidade adoram fazer, vou abrir o espaço para os melhores posts. Com uma diferença de que estes retratam uma cidade de verdade.

Atualizado em 20/11/2014 – 15h35.

Veja este e outros destaques do Blog em nosso canal no Youtube:

Com amor, GKPB. <3

Publicado por

Matheus Ferreira

Matheus Ferreira, 25. Publicitário, fundador do @gPublicitario, ♓, amante de arte, música e tecnologia. Snap: ferreiramaath

Comentários