food-truck-a-batalha-canal-gnt-blog-geek-publicitario

#VemFoodTruckGNT: Como acabar com a reputação das agências com uma hashtag

Por: Matheus Ferreira

A GNT vai lançar um reality sobre Food Trucks, em março, e pra ativar sua primeira ação no Twitter, alguém acreditou que seria bacana fazer uma brincadeira com agências. Como eles explicam no próprio site:

No dia 2 de março, estreia no GNT o reality Food Truck – A Batalha e, para você já entrar no clima, te convidamos para uma disputa entre agências. As 5 vencedoras vão saborear as delícias que o GNT levará para dentro do escritório. É só twittar muito usando as hashtags #NomeDaAgência #VemFoodTruckGNT.

A disputa vai do dia 20/1 às 9h até dia 23/1, às 19:00. Os vencedores serão anunciados no dia 26/1.

vem-food-truck-gnt-a-batalha-destaque-blog-geek-publicitario
Reprodução – GNT

O resultado não poderia ser outro. Cerca de duas horas antes de a ação acabar, algumas agências começaram criar fakes, ou reativar perfis abandonados, para infestarem o Twitter com as hashtags #NomeDaAgência #VemFoodTruckGNT.

Leia também:  Bacharel ou Tecnólogo - Profissão Publicitário #07

O engraçado foi ver alguns dos funcionários das maiores agências do país postando compulsivamente as hashtags como se fossem fãs adolescentes do Justin Bieber.

Aparentemente os fãs do Justin Bieber são mais competentes, porque nem com todo esse entusiasmo a tag conseguiu subir por aqui.
Aparentemente os fãs do Justin Bieber são mais competentes, porque nem com todo esse entusiasmo a tag conseguiu subir por aqui.

Tudo pra poder ter um Food Truck na agência por um dia. Ou, francamente falando, pra poder ser mais cool que os outros colegas (também publicitários) e postar no Instagram que o GNT está na sua agência.

Afinal, tem ações que parecem que nascem de publicitários para publicitários. O real público telespectador normalmente tem mais o que fazer.

Com amor, GKPB. <3

Publicado por

Matheus Ferreira

Matheus Ferreira, 25. Publicitário, fundador do @gPublicitario, ♓, amante de arte, música e tecnologia. Snap: ferreiramaath

Comentários