dsc0231-1371753986

Samsung Ativ Q une Windows 8 e Android para criar um híbrido realmente interessante

Por: Matheus Ferreira

A Samsung tem o dom de lançar produtos que ninguém consegue classificar. Foi assim com o Galaxy Note, a Galaxy Camera, o Galaxy S4 Zoom e por aí vai. Dessa vez não poderia ser diferente, com o Ativ Q a empresa pretende preencher um espaço que muitos fabricantes têm tentado preencher sem sucesso: o mercado de computadores que se transformam em tablets e vice-versa.

Eu queria começar dizendo o que mais me impressionou no Ativ Q, mas são tantos os pontos que eu não sei por onde começar. Ele pode ser utilizado para todos os possíveis usos que você esperaria de um computador híbrido. Enfim, vamos lá:

Praticamente um Kamasutra

samsung-ativ-q-modos-600x330

As posições do Ativ Q são inúmeras, você pode jogar Angry Birds (alguém ainda joga?) como um tablet; redigir um texto com uma posição que lembra muito um netbook notebook; assistir um vídeo, virando toda a tela pra trás e utilizando o teclado como base; escrever com uma stylus a lá Galaxy note 10.1 e até mesmo utilizar esse modo que eles denominaram Floating, que deve ser muito últil pra você, caso você seja um caixa de fast food, porque fica parecendo aqueles computadores da Bematech.

Leia também:  Google lança app oficial de planos de fundo para o Android

As especificações

O Ativ Q roda Windows 8 e Android 4.2.2 possui processador Intel Core i5 de quarta geração, 128 GB de armazenamento em memória flash e 4 GB de RAM. Ele pesa apenas 1,29 kg (ok, para tablets ele é bem pesado, mas estamos falando de uma relação peso-benefício aqui, ok?) e 13,9 mm de espessura. Resolução de 3200×1800 pixels, com definição de 275 ppi,  e a Samsung promete bateria com até 9 horas de duração.

Eu quero Ibaaagens!

Como funciona na prática?

Nem vou comentar muito, só deixar esse vídeo que ou engana bem, ou mostra um grande potencial pra esse Frankenstein da Samsung.

O único problema é que mesmo sem o preço em dólares ter sido divulgando ainda, já dá pra imaginar o absurdo que vai chegar aqui (se chegar). Se o Galaxy S4 chegou por quase 2,5 mil, imagine só.

Leia também:  Prisma: app que transforma fotos em pinturas vira febre nas redes sociais
Com amor, GKPB. <3

Publicado por

Matheus Ferreira

Matheus Ferreira, 25. Publicitário, fundador do @gPublicitario, ♓, amante de arte, música e tecnologia. Snap: ferreiramaath

Comentários