discussao-viber-telegram-twitter-blog-geek-publicitario

Concorrentes, Viber e Telegram discutem pelo Twitter

Por: Matheus Ferreira

Opções de aplicativos para a troca de mensagens em smartphones hoje em dia é o que não falta. Dois têm conseguido se destacar diante da supremacia do Whatsapp: o Viber, graças a suas ligações VOIP gratuitas e o Telegram por ser inacreditavelmente eficiente em tudo o que propõe.

Depois das notícias de uma possível queda do Whatsapp no Brasil, alguns usuários passaram a procurar outras opções e alguns concorrentes como o Viber trataram logo de aproveitar a oportunidade atacando o Whatsapp e o Telegram em seu Twitter:

whatsapp-pode-ser-bloqueado-e-telegram-cheio-de-problemas-com-seguranca-baixe-o-viber-blog-geek-publicitario

O Telegram não deixou passar em branco e, prontamente, revidou:

telegram-rebate-viber-blog-geek-publicitario

Depois disso foi uma confusão só. Com centenas de internautas e até outras empresas entrando no meio da confusão o que se viu foi uma versão digital daquelas brigas de colégio onde os participantes normalmente não passam de 13 anos. (Só que nesse caso, de idade mental.)

Leia também:  Band e TIM voltam a anunciar vencedor do MasterChef no Twitter

Em um determinado momento da tarde o Telegram aparentemente tinha caído. E quando as coisas pareciam esfriar, o Viber voltou a atacar:

viber-migo-ouvi-boatos-que-seu-app-acabou-de-cair-blog-geek-publicitario

E um perfil não oficial do Telegram aproveitou a oportunidade pra esfregar os 2 milhões de cadastros em 20h na cara do Viber.*

telegram-significa-que-tem-muito-mais-gente-vindo-pro-nosso-lado-que-pro-seu-blog-geek-publicitarioNo fim, apesar de tudo, eu fico do lado do Telegram. O tipo de publicidade adotado pelo pessoal do Viber não traz nenhum benefício; pelo contrário. Em determinado momento parei e fiquei só observando o quão infantil parecia tudo aquilo.

Alguns minutos depois, infelizmente me dei conta de que este é só mais um reflexo de quem são os profissionais de redes sociais de hoje em dia: muita prepotência e pouco profissionalismo.

Leia também:  Infográfico: consumidores do Twitter são os mais propensos a compartilhar vídeos

Se você quiser ver outros tuítes e acompanhar o restante da discussão, pode acessar este link.

Veja este e outros destaques em nosso canal no Youtube:

*anteriormente eu dizia que a resposta era do Telegram, mas não me atentei à url do perfil. Entretanto, como bem apontou nosso leitor Edgar Araújo, a resposta, na verdade, a segunda resposta foi feita por um perfil não-oficial.

Com amor, GKPB. <3

Publicado por

Matheus Ferreira

Matheus Ferreira, 25. Publicitário, fundador do @gPublicitario, ♓, amante de arte, música e tecnologia. Snap: ferreiramaath

Comentários