Após reformulação da bancada, CQC tem reestreia morna

Por: Matheus Ferreira

Se tem uma coisa que eu aprendi nessa vida é esperar as coisas acontecerem primeiro, pra depois reclamar. Mesmo com a tragédia anunciada com toda a reformulação do CQC eu preferi esperar o primeiro programa pra poder chegar a uma conclusão. E ela não é nada boa.

dan-stulbach-bancada-cqc-2015-blog-geek-publicitario

O novo CQC foi ao ar ontem, pela primeira vez depois da saída de Marcelo Tas, que comandava o programa desde seu início, há mais de 7 anos. Se a ausência de Tas já parecia um problema, a troca de quase todos os demais repórteres só fez aumentar a estranheza.

-- Continua depois do anúncio-- -- Fim do anúncio--

Dan Stulbach não parecia, nem de longe, a vontade no comando da bancada, mesmo depois de três pilotos gravados. Rafael Cortez aparentemente está tentando se reencontrar. Com este cenário, o humor do Marco Luque é quase como um copo d’água no deserto.

Leia também:  Candy Crush sai dos dispositivos móveis e vira programa de TV!
Nova equipe do CQC 2015
Nova equipe do CQC 2015

Já em relação aos demais repórteres, embora as referências sejam boas (um ator conhecido na internet e um ex-jornalista da CBN) ainda há muito trabalho pela frente pra que o público chegue efetivamente a uma conclusão. Seja ela boa ou ruim.

No final das contas o CQC 2015 está parecendo mais um “Profissão Repórter” versão Band.

Eu sinceramente acho que o programa já estava mostrando vários sinais de cansaço e vícios criativos. Vendo por este ponto, a reformulação completa tanto da bancada quanto da equipe é algo bom pra recomeçar e tentar fazer algo bom.

Parece mesmo um mal necessário. Ainda que no primeiro momento cause estranheza.

Com amor, GKPB. <3

Publicado por

Matheus Ferreira

Matheus Ferreira, 25. Publicitário, fundador do @gPublicitario, ♓, amante de arte, música e tecnologia. Snap: ferreiramaath

Comentários