Internet abraça campanha da O Boticário contra o preconceito

Por: Matheus Ferreira

Há pouco mais de uma semana eu falei aqui do comercial da marca O Boticário, que tratava com naturalidade da temática homossexual em sua mais recente campanha para o Dia dos Namorados.

Logo no início do texto eu dizia que o assunto ainda era tabu para muitas marcas e precisava coragem. No entanto, o que eu não tinha a menor ideia, era de que haveria uma reação tão agressiva das áreas mais conservadoras para que a campanha saísse do ar.

o-boticario-anuncio-comercial-dia-dos-namorados-casais-gays-homossexuais-blog-geek-publicitario

O que se viu foi de tudo, teve corrente no Whatsapp, mutirão para dislike tanto da página do Facebook, quanto do vídeo no Youtube e até algumas reclamações (pausa dramática) no Reclame Aqui.

Leia também:  #AbraçoDemorado: a Panvel quer te provar que vale a pena abraçar mais
o-boticario-whatsapp-campanha-boicote-blog-geek-publicitario
Correntes no Whatsapp pediam para que pessoas classificassem o vídeo como “Não Gostei”
reclamacao-reclame-aqui-o-boticario-blog-geek-publicitario
Trecho de uma reclamação realizada no Reclame Aqui.
Uma das respostas dada pela empresa a uma das reclamações no site Reclame Aqui.
Uma das respostas dada pela empresa a uma das reclamações no site Reclame Aqui.

O que aconteceu pra essas pessoas ficarem tão revoltadas e com medo de um simples comercial eu ainda não consegui entender, mas o fato foi que até ontem o anúncio estava numa pior no Youtube. O número de avaliações negativas (os joinhas pra baixo) era cerca do dobro do número de avaliações positivas.

O que parecia caso perdido acabou tomando outro rumo desde que um grande número de influenciadores resolveram expor o quão absurdo parece ser (e é!) querer boicotar uma marca por conta de um posicionamento diferente do que se acredita.

colunista-do-uol-campanha-o-boticario-blog-geek-publicitario
Colunista do Uol chegou a relacionar 379 empresas que já declararam publicamente o apoio ao casamento gay.

Alguns veículos que nunca levantaram bandeira pra uma causa ou outra começaram a compartilhar sua indignação e acabaram criando uma nova onda de incentivo, que motivou pessoas que não necessariamente apoiam uma causa ou odeiam outra; mas acreditam num mundo com mais tolerância.

Leia também:  Tatá Werneck apresenta campanha Coisas de Calcinha para Carefree
sensacionalista-o-boticario-blog-geek-publicitario
O “Sensacionalista” aproveitou a temática para questionar os valores do público que criticou a campanha de forma bem-humorada.

Ainda é cedo pra dar um veredito se a campanha foi mais positiva, que negativa. Afinal, os consumidores que a marca ‘perdeu’ não deverão se simpatizar com ela por um bom tempo, já a parcela de consumidores mais mente aberta, que entendeu o conceito da propaganda deve levar o número pra cima.

O anúncio da O Boticário pode ser divido em três atos. A simpatia do pessoal LGBT, o repúdio dos conservadores e defensores dos tais valores tradicionais da família e as pessoas que se sentiram na obrigação de mostrar que o ódio merece ser combatido com respeito.

Resta saber qual será o saldo final. Mas se eu pudesse apostar, diria que será bastante positivo. Não só em números, mas também na qualidade do público atingido positivamente pelo anúncio.

Leia também:  Anúncio da Crystal transforma água da chuva em água potável

Já pra nós, publicitários, fica a sensacional lição de como se manter firme diante do que se acredita quando se resolve fazer muito mais do que simplesmente divulgar um produto.

À O Boticário, o meu respeito e admiração.

Com amor, GKPB. <3

Publicado por

Matheus Ferreira

Matheus Ferreira, 25. Publicitário, fundador do @gPublicitario, ♓, amante de arte, música e tecnologia. Snap: ferreiramaath

Comentários