Messi e Argentina são os vencedores da Copa América no Twitter

Por: Matheus Ferreira

A Copa América 2016 terminou no último domingo com a vitória do Chile sobre a Argentina nos pênaltis, com direito a bola fora do Messi. Mas se em campo os hermanos não levaram o título, no Twitter o prêmio foi da Argentina.

Entre os 5 jogadores mais comentados na rede social do passarinho, 4 eram argentinos. Messi foi o primeiro, claro. A Argentina ainda foi a seleção mais citada no Twitter, seguida do Chile, Colômbia e só então do Brasil. Veja na imagem abaixo:

copa-america-2016-estatisticas-twitter-blog-gkpb

Copa América no Twitter

A publicação com maior número de Retweets foi a do cantor e ator argentino Nicolás Vázquez, que postou uma mensagem de apoio a Messi após a decisão. Confira abaixo alguns dos Tweets mais Retweetados durante a competição:

https://twitter.com/vazqueznico/status/747263357464510464

No total, mais de 33,2 milhões de Tweets relacionados ao torneio foram registrados em todo o mundo no decorrer da competição.

Com amor, GKPB. <3

Comentários

Cerveja argentina Quilmes provoca seleção brasileira em comercial

Por: Matheus Ferreira

Como boa argentina, a cerveja Quilmes também aproveitou a eliminação precoce da seleção brasileira de futebol na Copa América 2016 para dar aquela zoadinha em seus mais recente comerciais para o evento.

Na série de anúncios, a marca mostra diversos argentinos em terras brasileiras fazendo provocações com o 7 a 1, a eliminação precoce do campeonato. Assista:

No mais recente, o destaque é para o manequim com os pés virados pra trás e vestido com o uniforme da nossa seleção como geladeira. Ressaltando a busca pela temperatura ideal para guardar suas cervejas.

A #HeladeraPechoFrío (algo como #GeladeiraPeitoFrio) aproveita ainda o traje para promover a estampa 71 também em alusão à goleada sofrida pela seleção na Copa do Mundo como uma “pintura alemã, que não se apaga nunca mais”. Veja abaixo:

Comentaristas versus Quilmes

Nos comentários do vídeo é natural que haja diversos brasileiros revoltados e com milhares de argumentos a favor da nossa camisa. Mas aparentemente a série de anúncios não agradou amantes do futebol de outros países e nem mesmo muitos argentinos.

Entre os comentários mais curtidos, diversos argentinos criticam as peças e acham exagero aproveitar a fase ruim atual como motivo para esquecer a história da seleção brasileira.

Com amor, GKPB. <3

Comentários

Este é o primeiro comercial do Guaraná Antarctica na Argentina

Por: Matheus Ferreira

O Guaraná Antarctica acaba de desembarcar na Argentina. E para a alegria dos nossos vizinhos hermanos, o refrigerante legitimamente brasileiro já tem seu primeiro comercial e você pode assistí-lo logo abaixo.

Assista:

O anúncio é bem parecido com a estratégia que estamos acostumados a ver por aqui, de promover a liberdade e os bons momentos com os amigos.

“¡Asi soy yo, Guaraná!”

O refrigerante já está disponível nos principais estabelecimentos de Buenos Aires e terá uma campanha de comunicação que tentará se diferenciar dos concorrentes locais com foco em mídia digital.

“Queremos que este seja o início de um longo caminho a percorrer com Guaraná, faz-nos orgulhosos de ter feito parte deste grande trabalho em equipe com a marca.” afirmou Cruz Pereyra Lucena, sócio e fundador da agência Buena, agência responsável pela campanha do Guaraná Antarctica na Argentina.

E aí, gostou do comercial?

Com amor, GKPB. <3

Comentários

Desenvolvedores argentinos terão apps pagos suspensos da Play Store

Por: Matheus Ferreira

Parece que a coisa nas terras hermanas anda tão feia que ate mesmo o Google resolveu retirar as opções de apps pagos de desenvolvedores argentinos.

A medida veio depois do governo argentino fechar o cerco para a importação de moedas. Também, faz sentido. se com o dólar valendo 5,26 pesos, os argentinos continuam efetuando importações, acho que o próximo passo é confiscar os computadores e os voos dos argentinos.

A alternativa encontrada pelo próprio Google é efetuar transações a partir do sistema Google Wallet em outros países, mas a parcela de desenvolvedores que tem permissão para efetuar este tipo de transação é bem menor.

Se o caso afetou o Google, uma atitude semelhante por parte da Apple pode estar próxima. Espero que as coisas melhorem logo por lá pra que os desenvolvedores argentinos consigam vender seus trabalhos para appstores fora do país.

Com informações de Celularis.

Com amor, GKPB. <3

Comentários