Confira os vencedores do Prêmio GKPB 2016!

Por: Matheus Ferreira

Este ano foi ao ar a segunda edição do nosso Prêmio GKPB que visa reconhecer os melhores trabalhos realizados pelas marcas nos mercados da publicidade, inovação e entretenimento.

Neste ano foram 18 categorias diferentes, com temáticas que dizem muito sobre o momento que estamos vivendo, como a categoria “Melhor mensagem de empoderamento” e “Melhor Influenciador Digital”., por exemplo. Depois de 22 dias de votação e milhares de votos, apresentamos abaixo os vencedores de cada uma delas. Vem com a gente!

Melhor marca: Netflix

Quando o assunto é melhor marca de 2016, a Netflix conseguiu ganhar com uma folga considerável de seus concorrentes. A marca recebeu 52,5% dos votos, contra 18,6% do Google, a segunda colocada. Em seguida vieram Apple (16,9%), Coca-Cola (6,2%) e McDonald’s (5,6%).

Melhor agência de publicidade: AlmapBBDO

Para “Melhor Agência de Publicidade” o resultado ficou bem apertado, mas a grande vencedora deste ano foi a AlmapBBDO com 25,4% dos votos. A agência conseguiu se destacar com grandes campanhas durante o ano como a campanha de Dia dos Pais para a Boticário e de Dia das Crianças para a C&A. Já o segundo lugar ficou com a Mutato (24,6%) seguidas de WMcCann (23,2%), JWT (19%), Wieden + Kennedy (7,7%).

Melhor Lançamento: Bis Oreo – Lacta

O Bis Oreo conseguiu 30,8% dos votos e desbancou até mesmo o mais badalado lançamento de 2016, o Milk-Shake de Ovomaltine do McDonald’s, que conseguiu o segundo lugar com 23,9%. Em seguida vieram Catuaba Selvagem Açaí (15,7%), Coca-Cola Baunilha e Cereja (10,7%), Whopper Furiosaço (10,1%) e Dadinho Cremoso (8,8%).

Melhor Brinde: Cartoon Network no McDonald’s e Caixas de Som Star Wars

Na categoria “Melhor Brinde”, que estreou este ano, tivemos o primeiro empate: os leitores do Geek Publicitário definiram que os brindes da Cartoon Network no McLanche Feliz e as caixinhas de som de Star Wars no ovo de Páscoa da Nestlé ficaram empatados com 34,7%. Em seguida vieram as toy arts de Batman vs Superman do Bob’s (18%), Bob Esponja do Burger King (9,3%) e Hora de Aventura no Ovo de Páscoa da Lacta (3,3%).

Melhor Mensagem de Empoderamento: Tudo Lindo & Misturado C&A

A C&A não tinha a menor tradição em campanhas com foco no empoderamento feminino, mas pôs a cara a tapa este ano coma campanha Tudo Lindo & Misturado e acabou conquistando os leitores do GKPB garantindo o primeiro lugar com 18,4% dos votos. Em seguida vieram a campanha “Pode!” da quem disse, berenice? (16,2%), “Veja além da Ficção”, do Netflix (13,2%); Dona dessa Beleza, da Avon (12,5%); #RespeitoIsOn, da Skol (11%); Não julgue, beije, da Close Up (10,3%); Viva sua Beleza Viva, da Natura (8,8%); #EuMeAtraio, da Avon (5,9%) e #MãeSemCulpa, também da Avon (3,7%).

Melhor Comercial de TV: Leilão – Habib’s

O Habib’s tirou 2016 para atormentar os concorrentes e principalmente o McDonald’s, o que acabou resultando até na suspensão de um dos comerciais da companhia pelo Conar. Mas aparentemente o público gosta mesmo é de ver o circo pegar fogo, porque o comercial “Leilão”, que provoca McDonald’s e Burger King garantiu o primeiro lugar com 30,1% dos votos.

Em seguida vieram: Viver é a Melhor Conexão, da Vivo (13,7%); Dia dos Pais, de O Boticário (13%); #AbraçoDemorado, da Panvel (12,3%); A Gente Fala Tradutor, do Google (8,9%); Junior, da Nextel (8,2%); Ângulos Incríveis, do Nissan Kicks (4,8%); Obesidade Infantil, da Amil (4,8%); Grand Pedido Massacration, do McDonald’s (3,4%) e Páscoa Lacta (0,7%).

Melhor Influenciador Digital: Hugo Gloss

Apresentador e influenciador digital Hugo Gloss. Crédito: MTV/Divulgação

Você pode até se espantar com o resultado, ou até mesmo dizer que não conhece metade dos nomes desta lista, mas é fato que os influenciadores digitais são hoje o que há de mais eficiente e impactante para falar com o público jovem que vive cada vez mais ligado ao Youtube e cada vez menos às mídias tradicionais, como TV, rádio e jornal.

Neste cenário, o blogueiro Hugo Gloss, que é referência no país quando o assunto é o mundo das celebridades, garantiu o primeiro lugar com 30,5% dos votos. Ficando na frente até mesmo do maior youtuber do país, o Whindersson Nunes, que levou o segundo lugar com 25,2% dos votos.

Em seguida vieram Thaynara OG (10,7%), Kéfera (9,9%), Júlio Cocielo (7,6%), Christian Figueiredo (5,3%), Boca Rosa (3,8%), Lucas Rangel (3,1%), Maju Trindade (2,3%) e Nah Cardoso (1,5%).

Melhor Rede Social: Instagram

Se no ano passado a novidade do Snapchat fez com que o app garantisse o primeiro lugar, a investida do Instagram no recurso Instagram Stories conseguiu frear o concorrente e ainda levou o título de Melhor Rede Social do nosso prêmio neste ano com 31,5% dos votos.

Em seguida vieram Facebook (23,3%), Youtube (19,2%), Snapchat (15,8%) e Twitter (10,3%).

Melhor Redesign: novo logo Instagram

Além de levar o título de Melhor Rede Social, o Instagram também garantiu o posto de melhor redesign realizado em 2016 com seu novo logo e nova identidade visual (27,2%). Em seguida vieram o novo logo do Uber (22,4%), novo logo MasterCard (21,8%), e o novo logo da Oi (9,5%).

Melhor Rede de Fast Food: McDonald’s

Mantendo a tradição, o McDonald’s se consolidou como a melhor rede de Fast Food pelos nosso público com 35,8% dos votos. O Burger King surpreendeu e veio encostado com 33,8%, garantindo o segundo lugar. Em seguida vieram Subway (11,3%), Bob’s (7,9%), KFC (5,3%), Wendy’s (4%) e Taco Bell (2%).

Melhor Ação Promocional: #MilkFake Bob’s

Depois de perder a marca Ovomaltine para o McDonald’s o Bob’s decidiu acordar pra vida e partiu para o ataque contra o Milk-Shake de Ovomaltine do McDonald’s com a campanha #MilkFake e acabou garantindo o primeiro lugar com 23,6% dos votos.

Em segundo lugar ficou a campanha #EstuproNãoÉCulpaDaVítima, do Spotify (22,2%); Halloween Burger King (20,8%); Pegadinha com os namorados, da Heineken (16%); A Vida de Robson, da Abooh (14,6%) e CH Burger, do McDonald’s (2,8%).

Melhor App Mobile: Whatsapp

O onipresente Whatsapp também manteve sua hegemonia na categoria de melhor app mobile de 2016 com mais da metade dos votos (55%). Em seguida vieram Nubank (16,8%), Uber (16,1%), Globo Play (6,7%) e Prisma (5,4%).

Melhor Game Mobile: Pokémon Go

2016 foi o ano do Pokémon Go no mercado dos games mobile. Com 71,4% o game garantiu o primeiro lugar com maioria esmagadora. Em seguida vieram Clash Royale (11,3%), Plants vs Zombies Heroes (9,8%), Fifa Mobile (5,3%) e Traffic Rider (2,3%).

Melhor Reality de TV Aberta: MasterChef Profissionais

O MasterChef Profissionais garantiu o primeiro lugar na categoria Melhor Reality de TV Aberta com 67,9% dos votos. Em seguida vieram Bake Off Brasil, com 14,2%, Big Brother Brasil (9%), X-Factor Brasil (6,7%) e Duelo de Mães (2,2%).

Melhor Dramaturgia Nacional: Justiça

A minissérie Justiça, foi definitivamente a melhor coisa que eu vi na TV em 2016. E aparentemente nossos leitores também acharam o mesmo. A trama garantiu o primeiro lugar apertado (38,2%) logo à frente de 3% da Netflix (37,4%). Em seguida vieram Totalmente Demais (9,9%), Cúmplices de um Resgate (8,4%) e Supermax (6,1%).

Melhor meme: Glória Pires no Oscar

As frases inesperadas de Glória Pires no Oscar ficaram com o primeiro lugar entre os melhores memes de 2016 com 36,8% dos votos. Em seguida vieram “Por que você não amadurece?” (27%), Gato Entrevistado (16,4%), PPT Lula (10,5%) e Foca da Meia Noite (9,2%).

Melhor Série Internacional: Stranger Things

Stranger Things foi praticamente unanimidade entre os amantes de séries e não por acaso, garantiu o primeiro lugar com 33,3% dos votos. Game of Thrones mostrou que veio pra ficar com 23,4%. Em seguida vieram Black Mirror (18,4%), How to Get Away With Murder (13,5%), The Walking Dead (9,9%) e Westworld (1,4%).

Melhor Filme: Procurando Dory

Procurando Dory levou a melhor quando o assunto foi o Melhor Filme de 2016 com 23,9% dos votos. Em seguida vieram Deadpool (19,7%), Animais Fantásticos e Onde Habitam (16,2%), Capitão América: Guerra Civil (14,1%), Batman vs Superman (8,5%), Esquadrão Suicida (7%), X-Men – Apocalipse (4,2%), Alice Através do Espelho (2,8%), As Caça-Fantasmas (2,1%) e Jason Bourne (1,4%).

Nossos mais sinceros agradecimentos a todos que votaram. Nos vemos novamente em mais uma edição no ano que vem!

Caso queira conhecer os vencedores da primeira edição do nosso prêmio, clique aqui.

Com amor, GKPB. <3

Comentários

Bob’s sai na frente e inaugura 1ª loja 100% digital no Brasil

Por: Matheus Ferreira

Uma das principais novidades do Bob’s desde a sua reestruturação foram os totens de auto-atendimento, que facilitaram demais a nossa vida na hora de fazer um pedido. Depois de usar pela primeira vez o meu pensamento foi: “gente, no futuro vai ter só isso aqui. E vai ser incrível!”. Pois bem, o futuro chegou, porque o Bob’s acaba de inaugurar sua primeira loja com atendimento 100% digital.

O novo modelo será implantado no BarraShopping, um dos principais centros de compra do Rio de Janeiro e irá aceitar pedidos realizados nos terminais de autoatendimento ou então por meio de um aplicativo, que permitirá realizar o pedido e pagar por meio da plataforma Masterpass.

Bob’s 100% digital

A loja de 136m² levou 45 dias para ser finalizada e traz um design moderno e pioneiro no país, por deixar os caixas de lado e aproveitar todo o espaço restante para a parte da entrega.

Vale lembrar que o McDonald’s modernizou recentemente o modelo das suas lojas para o sistema Dual Point, que permite que os usuários façam o pedido de um lado, peguem uma senha e retirem do outro lado quando a senha for chamada.

Segundo o Diretor Geral da Rede Bob’s, Marcello Farrel, a loja vai proporcionar uma nova experiência de compra ao consumidor. “Nossos clientes estão buscando cada vez mais conveniência, agilidade e personalização no momento da compra e a nova loja entrega essas três vantagens. Além do totem, o consumidor pode usar também o aplicativo. Nessa opção, ele não precisa nem sair da mesa para realizar o pedido, apenas para buscá-lo”, explica.

Com amor, GKPB. <3

Comentários

2º Prêmio GKPB – Escolha os melhores de 2016!

Por: Matheus Ferreira

O Prêmio GKPB está chegando em sua segunda edição. Neste ano vamos escolher os melhores de 2016 nas áreas da publicidade, inovação e entretenimento. E você pode fazer parte desta escolha.

Os indicados foram escolhidos por nossa equipe com base no desempenho das nossas publicações e no destaque notado por nós nos cenários analisados durante o ano de 2016.

Abaixo nós temos algumas categorias que já fizeram parte da primeira edição do nosso prêmio e outras novas categorias, como: Melhor Mensagem de Empoderamento, Melhor Redesign e Melhor Rede de Fast Food.

Cada uma das categorias é independente, ou seja, caso você não se julgue apto para avaliar determinada categoria é só pular e partir para a próxima.

Agora a escolha é com você! Selecione seus favoritos abaixo, e boa sorte!

VOTAÇÃO ENCERRADA. CLIQUE AQUI PARA CONHECER OS VENCEDORES.

Veja este e outros destaques em nosso canal no Youtube:

Com amor, GKPB. <3

Comentários

Accenture lança programa para ajudar startups no Brasil

Por: Matheus Ferreira

Considerada uma das maiores empresas de consultoria no mundo, a Accenture decidiu investir no mercado de startups no Brasil com a dinalidade de aprimorar a competitividade da economia local por meio de inovação com o Up Innovation Lab.

O programa sem fins lucrativos é direcionado a startups que já possuem produtos validados, mas que buscam oportunidade de formatá-los e apresentá-los às maiores empresas do país, como Unilever, Santander, Grupo Pão-de-Açúcar, Ambev, BR Foods, Banco do Brasil, Banco Votorantim, entre outras.

“Com o UP Innovation Lab queremos levar às grandes empresas o que existe de mais inovador no mundo das startups, com consistência e estrutura para escalar”, destaca Guilherme Horn, Diretor Executivo e Líder de Inovação da Accenture.

up-innovation-lab-accenture-por-que-participar-blog-gkpb

Up Innovation Lab

O programa terá duração de 5 meses, permitindo que as 10 startups selecionadas possam interagir com os principais executivos do país, além de realizar provas de conceito, obter conhecimento com mentores de inovação e executivos da Accenture, entre outros benefícios.

As inscrições para o Up Innovation Lab vão até o dia 12 de agosto. Se você tem interesse no projeto e quer se inscrever, ou consultar detalhes, acesse este link.

Com amor, GKPB. <3

Comentários

Especial: Por dentro do GenoFuture Brasil 2014. O Fórum de Inovação em Life-Sciences da Intel que aconteceu SP

Por: Geek Publicitario

Aconteceu ontem, dia 17 de Setembro, o evento GenoFuture Brasil 2014 promovido pela primeira vez no Brasil pela empresa Intel. Vamos lá, esse post pretende falar sobre ciência, tecnologia e publicidade. Tudo junto e misturado.

A ideia do evento foi reunir os maiores nomes da área de pesquisa e desenvolvimento em genômica num auditório e, segundo o porta-voz da empresa, ouvir dos especialistas brasileiros quais são os desafios em termos de tecnologia que eles estão enfrentando em suas pesquisas. A Intel quer ouví-los, disse o diretor da divisão de Life Sciences da Intel.

logo-genofuture-intel-blog-geek-publicitario

Primeiro, eu nem sabia que a Intel tinha uma divisão destinada a pesquisa, desenvolvimento e inovação em Ciências da vida. E mais, um dos palestrantes estrangeiros representando a empresa disse que isso é normal, toda empresa hoje em dia tem uma divisão de Life Sciences, incluindo gigantes de Wall Street como o banco de investimentos Goldman Sachs.

Até aí tudo bem, mas fiquei encafifado com o porque da Intel promover tal evento. Ah, eles são bonzinhos e se importam de verdade com o bem estar das pessoas. Pode ser um dos motivos, mas especulo que esse tenha sido também um evento publicitário. Vejam bem, para aqueles que sabem analisar bem uma estratégia publicitária, aqui vão algumas informações:

As ciências biológicas têm passado por um momento muito peculiar, a definição de novos paradigmas diriam os mais mimimis. Muito esforço foi feito nas últimas décadas no sentido de desvendar a estrutura da molécula de DNA e entender o código no qual as informações genéticas são codificadas e passadas de geração para geração.

Felizmente, muitas das limitações metodológicas dessa tarefa foram superadas e os chamados sequenciadores next generation permitem hoje o sequenciamento de amostras de DNA de forma relativamente simples e a custos cada vez mais baixos. Pra vocês terem ideia, estamos falando de R$1000 para sequenciar um genoma inteiro.

Existe uma pegadinha do malandro nesse cenário de filme de ficção científica: Os sequenciadores não entregam um genoma bonitinho todo montado e com grifos em marca-texto gritando onde estão os seus genes relacionados ao câncer e a probabilidade de você ter uma doença com P-value < 0.005. Sabe de nada inocente… Os arquivos gerados são similares a arquivos de texto compostos de milhões de sequências de aproximadamente 200 letrinhas ACT ou G. Só isso, sem mais. Um arquivo de texto de dezenas ou centenas de GB diga-se de passagem.

Com esses arquivos em mãos, cabe a bravos ciêntistas extrair informações dessa sopa de letrinhas e dar algum significado a essas sequências. Eram justamente os pesquisadores da área de Bioinformática que a Intel buscou atrair para o evento, e portanto, temos o público alvo muito bem delimitado.

Mas é um público bem reduzido, eu mesmo me questionei. Foi quando me apontaram o óbvio: Os pesquisadores cabeça de grande instituições de pesquisa brasileiras estavam ali e são eles, que com uma simples canetada (ok, nem tão simples no caso de instituições públicas) gastam centenas de milhares senão milhões de reais para construir a infra estrutura de storage e servidores que irão lidar com os PetaBytes de dados gerados nas pesquisas.

É legal frisar esses PETABYTES porque é muito dado minha gente. No slide da palestra de um pesquisador do Broad Institute ligado ao MIT e Havard, lia-se um gráfico comparativo de dados gerados em 2013 por diferentes empresas, e veja bem, Amazon e Facebook somados geraram menos dados do que o Broad Institute. E é claro, só perdendo para o gigante da tecnologia Google, que embora tenha gerado o dobro de dados, cresce em ritmo mais lento do que o do instituto de pesquisa. Ouvi risadas nesse último comentário do palestrante, mas eu fiquei foi é com medo…

Enfim, teve o público-alvo, teve os milhões R$, teve o advertising /o/

Não que precisasse, porque a marca intel estava em todo lugar do auditório, do crachá, dos slides. E para verbalizar o óbvio, quem é mesmo a empresa competidora da Intel? A…M… alguma coisa…risos

Mas teve uma apresentação bastante interessante. Sei de nada inocente quando achei que eles falariam dos processadores i3, i5, i7. Só falou-se em HPC (High performance computing) e nos processadores Xeon (Descobri que a pronúncia é “zeon”). Existe um processador Xeon Phi para computação paralela que olha… coisa fina. E teve hardwares desenhados para trabalhar melhor com determinados softwares, além dos próprios softwares que a empresa desenvolve e um brinde útil e bem pensado.

Ao final do evento, o presidente geral da divisão brasileira da empresa disse algumas palavras e frisou a importância daquele evento para o Brasil e para a ciência.

Evento (ou estratégia de marketing se vocês preferirem) show de bola, é o que eu tenho pra dizer!

Publicado por Deyvid Amgarten – Mestrando em Bioinformática pela USP.

Com amor, GKPB. <3

Comentários

Brastemp comemora 60 anos e inova com a B.blend, sua investida no setor de bebidas

Por: Matheus Ferreira

A marca que emplacou um dos maiores bordões da história da publicidade está completando 60 anos. E para uma grande corporação como a Brastemp, não há melhor forma de comemorar esse sexagésimo aniversário do que inaugurando a participação em um novo mercado. É o que a Brastemp quer com a B.blend.

A B.blend é uma máquina dos sonhos. No total são 24 opções em 10 categorias de bebida diferentes, como: café, suco, chá quente, chá gelado, refrigerantes, frapês, energéticos e por aí vai. Resumindo, ela provavelmente é mais útil que muita gente dentro de casa. Chora, Nespresso.

Tudo isso por meio de cápsulas e um sistema muito inteligente de identificação para saber o que preparar em qual ocasião, sem que o consumidor precise escolher nada. Apenas pelo código de barras contido na parte inferior da cápsula.

b.blend-imagem-capsulas-reproducao-meioemensagem-geek-publicitario

A máquina é o principal foco em inovação da Brastemp e foi desenvolvida pela equipe brasileira da Whirlpool, dona da marca. Ela deverá ser fabricada em Joinville, Santa Catarina.

A B.blend deve ser lançada já em outubro e ainda não há informações de preços, mas é óbvio que será muito mais que meu rim judiado pelo álcool.

Com informações de Meio & Mensagem e Exame.com.

Com amor, GKPB. <3

Comentários