Love Beer: campanha de cerveja traz mensagem de respeito as mulheres

Por: Colaboradores

A nova campanha criada a partir do incentivo da Associação de Portuguesa de Produtores de Cerveja (APCV) traz o slogan “Quando gosto, não mudo”, onde uma mulher aparece fazendo a análise de pessoas que tentam se adequar a grupos e deixando a mensagem pedindo mais respeito as mulheres.

No pequeno filme, que você pode assistir a baixo, a atriz faz uma análise de todos os visitantes de uma exposição de artes, ponderando a forma como as pessoa se “adequam” a determinados locais e ocasiões, e levanta seu protesto servindo-se de um copo de cerveja.

A cerveja é ponto chave da peça inteira, onde o uso da mesma exige o respeito que todas as mulheres querem. Uma bebida que por muitos anos foi considerada “para homens” não passa de uma bebida e uma mulher aprecia-la não há mal algum, assim com poucas palavras a campanha Love Beer pede respeito e diz o quanto elas gostam com a frase que é o coração da campanha.

No final das contas o filme nos da uma boa lição de moral com o slogan da campanha: quando gosto, não mudo!

Confira o vídeo abaixo:

Por Pedro Ribas.

Com amor, GKPB. <3

Comentários

O despertador da desigualdade da MTV alerta que as mulheres devem sair mais cedo do trabalho

Por: Colaboradores

A MTV se uniu com a agência Party New York para protestar de forma bem criativa a carga horária das mulheres no mercado de trabalho nos EUA. As mulheres ganham 79% do que os homens ganham no país, sendo assim, nada mais justo que elas trabalharem só 79% , quem vai mediar isso é o relógio “Clock Work 79%” que alerta o horário de fim do expediente, para elas 😉

A desigualdade em relação ao salário das mulheres comparado ao dos homens já é antiga, vem sendo pauta de diversos debates feministas e uma leva de protestos e manifestações calorosas ou simplistas, como essa.

Foram fabricados 400 relógios despertadores, que chegaram as mãos de mulheres de vários setores em diversos pontos do país, isso tudo para destacar o “Dia da Desigualdade Salarial”. Desde de 2014 a MTV já tem a patente do relógio que foi lançado para fóruns que discutiam desigualdade, preconceito racial e de gênero.

A criação teve um bom feedback nas redes sociais ganhando vários tweets das mulheres que receberam o despertador.

Unir criatividade com protesto foi a proposta da campanha, afinal de contas os 79% são apenas para mulheres americanas, as mulheres africanas e latinas chegam a ganhar menos, 55% e 60% respectivamente.

Por Pedro Ribas.

Com amor, GKPB. <3

Comentários