Assim que a Pinacoteca anunciou sua nova identidade visual alguns internautas rapidamente começaram a associar o trabalho realizado pela F/Nazca Saatchi Saatchi ao desenvolvido para a identidade visual da cidade de Porto, em Portugal, e acusar o museu de plágio.

O motivo? O estilo dos desenhos e a forma de aplicação dos elementos era muito parecido com o adotado pelo pessoal do White Studio há cerca de 2 anos.

É inegável a semelhança entre os estilos adotados por ambas as empresas que realizaram o desenvolvimento das marcas. Agora dizer que a identidade visual da Pinacoteca está copiando o trabalho realizado para a cidade de Porto é não só subestimar a inteligência dos profissionais de uma das agências mais renomadas do país, como mostrar ignorância a respeito do assunto.

Leia também:  Havaianas aposta em alfabeto próprio para promover espírito brasileiro

elementos-identidade-visual-pinacoteca-estado-sao-paulo-blog-geek-publicitario

Pictogramas são parte da identidade visual de diversas marcas ao redor de todo o mundo. O Designer Jonathan Barnbrook fez isso para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012 e o carioca Fabio Lopez fez, recentemente, algo muito parecido para o Rio 2016.

Mas se ainda não for o suficiente pra você, talvez valha a pena saber que em o designer Lance Wyne fez também um trabalho com desenhos que representavam uma para os Jogos Olímpicos do México lá em 1968.

pictogramas-artistas-ao-redor-do-mundo-blog-geek-publicitario
Pictogramas criados por diferentes artistas desde 1968. Lance Wyman (México 1968); Evelyn Grumach – PVDI (Rio Zoo, 1976); Gerd Arntz (Isotype, 1929); Otl Aicher (Munich 1972); Jonathan Barnbrook (Olympukes 2012). Retirado do site minirio.com.br.

Dizer que a Pina_ (com a permissão da intimidade) plagiou o design da cidade de Porto é tão raso quanto dizer que o Google e a Apple plagiaram a Microsoft por adotar linhas simples e cores chapadas na identidade visual de seus sistemas operacionais.

Leia também:  Bonafont lança rótulos assinados pelo artista Kobra

Aliás, por este ponto de vista dá até pra querer dizer que a cidade de Porto copiou o Windows. O que a gente sabe que é uma grande besteira.

O Design nada mais é do que o resultado da expressão de um artista de acordo com todas as referências e transformações por ele vividas. Seguir uma tendência, se inspirar, jamais foi cópia. É parte da evolução.

Veja este e outros destaques em nosso canal no Youtube

Com amor, GKPB <3

Acompanhe novidades em tempo real seguindo nosso perfil no Instagram.