A Cidade Mais Perigosa da Internet: documentário da Norton sobre segurança digital ganha continuação

Por: Colaboradores

Na última sexta-feira (11/03), fomos convidados a um brunch com a Norton Brasil (aquela do anti-vírus, lembra?)Ainda que as ferramentas de varredura e detecção de ameaças ainda sejam produtos da empresa, não é assim que eles desejam que você continue se lembrando deles.

Com um trabalho cinematográfico impecável o documentário A Cidade Mais Perigosa da Internet tem o objetivo de informar e conscientizar as pessoas sobre a existência, meios e propagação do cybercrime ao redor do mundo.

A internet enquanto business é um meio relativamente novo e portanto as legislações de boa parte dos países para coibir e julgar cybercrimes ainda têm textos pouco práticos e inspirados em casos isolados como no Brasil com a Lei Carolina Dieckman, que foi promulgada após o “vazamento” de imagens pessoais da atriz na internet em 2012.

A segunda parte do documentário A Cidade Mais Perigosa da Internet, mostra crimes cometidos contra pessoas e servidores “à prova de balas”, localizados em bunkers ou bases militares abandonadas em águas internacionais, o termo é utilizado para designar hosts que hospedam informação com a garantia de que a mesma não se perderá nem por ordem judicial, o que pode conter desde dados confidenciais de grandes corporações à sites relacionados ao Estado Islâmico.

Mas se engana quem pensa que somente empresas e pessoas famosas estão no radar dos cybercriminosos. Para Nelson Barbosa, especialista em segurança da Norton Brasil, “para os criminosos toda e qualquer informação é valiosa, seja para fraude em cartões de crédito ou até mesmo casos de cryptlocker, crime no qual as informações do usuário são sequestradas e liberadas somente através de extorsão”.

Nelson ainda avalia que a melhor forma de se prevenir de crimes digitais é fazendo os procedimentos mais simples como não aceitar e clicar em anexos de estranhos, e ficar atento aos endereços de sites de bancos e outras instituições para que não caia nos chamados casos de phishing.

O grande desafio é sem dúvidas estabelecer uma cultura de segurança, afinal, quando foi que você alterou a senha ou fez um backup do seu celular?

Você pode assistir ao excelente trabalho da Norton no documentário “A cidade mais perigosa da Internet” clicando aqui. O primeiro episódio pode ser conferido neste link.

Leia também:  Logan será relançado nos cinemas em versão preto e branco

Por Diego Silveira.

Com amor, GKPB. <3

Comentários