Postos Ipiranga pedem suspensão de paródia de João Dória

Por: Matheus Ferreira

A rede de postos Ipiranga conseguiu na justiça uma liminar que proíbe o candidato à prefeitura de São Paulo João Dória de continuar veiculando os comerciais que fazem uma paródia da campanha “Pergunta lá”, criada pela agência Talent Marcel.

O vídeo do João Dória tinha dado o que falar justamente pela sacada em utilizar de um conceito muito trabalhado e bem-sucedido pelos postos Ipiranga e ironizar as campanhas de seu principal adversário político: Fernando Haddad, do PT.

— Amigo.
— Sabe onde eu encontro gente bem feliz com o prefeito?
— Lá na propaganda do PT.
— E praça com Wi-Fi funcionando?
— Propaganda do PT.
— E escola com bastante computador?
— Propaganda do PT.
— Cê não fala outra coisa?
— Ó… Cuidado com o radar hein!

João Dória vs postos Ipiranga

Ao Meio & Mensagem a rede Ipiranga informou que não foi consultada previamente e que não concedeu seus ativos publicitários ao candidato do PSDB. Ainda de acordo com a empresa, “A companhia respeita a pluralidade democrática e faz questão de se manter neutra em pleitos eleitorais”.

Leia também:  Por que a Amazon errou feio ao provocar o prefeito de São Paulo?

Campanha original, veiculada pelos postos Ipiranga virou um clássico da publicidade brasileira.

Os vídeos já foram removidos dos canais oficiais de João Dória na manhã desta quinta-feira, dia 8. No entanto, como tudo o que vai pra internet, é praticamente impossível evitar a proliferação. No Youtube, uma breve pesquisa revela diversos resultados contendo o vídeo proibido.

Ao jornal Folha de S.Paulo, a assessoria do candidato afirmou que “a campanha não afronta a legislação autoral e tampouco a eleitoral”.

Com informações de Meio & Mensagem.

Com amor, GKPB. <3

Publicado por

Matheus Ferreira

Matheus Ferreira, 26. Publicitário, fundador do @gPublicitario, ♓, amante de arte, música e tecnologia. Snap: ferreiramaath

Comentários