Com Michele vencedora, MasterChef prova nos números que ainda tem fôlego pra continuar

Por: Matheus Ferreira

A quarta edição do MasterChef amadores acaba de chegar ao fim consagrando a catarinense Michele Crispim como a grande vencedora. No entanto, o que mais chamou a atenção foi a capacidade da Band de, mesmo após 6 edições do programa, ainda conseguir se manter com fôlego.

Reprodução: Twitter @MasterChefBR

Se os demais episódios a gente ainda corre o risco de tomar spoiler e espera para assistir no YouTube quando estiver com mais tempo livre, a final ninguém quis esperar. Isso acabou fazendo com que o programa ficasse em primeiro lugar por alguns minutos em São Paulo com mais de 10 pontos e brigou pelo segundo lugar com o SBT no PNT, de acordo com o GFK.

É bem provável que nunca mais vejamos uma audiência tão grande do programa como tivemos na segunda edição. Isso porque com o crescimento do vídeo sob demanda e as transmissões se arrastando madrugada afora fica bem difícil segurar o público. Mas a final de hoje provou que quando o assunto é MasterChef, a Band ainda tem muita lenha para queimar.

Leia também:  Whindersson Nunes ultrapassa celebridades da TV e se torna maior influenciador brasileiro
Reprodução: Twitter @RealitySocial

Em tempo: ao contrário do MasterChef, que continua fazendo sucesso sem praticamente nenhuma alteração no formato, a TIM provou que sabe se renovar. Enquanto no ano passado a marca anunciou o resultado primeiro pelo Twitter, desta vez a vencedora recebeu um telefonema da operadora ao vivo. Boa sacada!

Imagem de destaque: Carlos Reinis.

Com amor, GKPB. <3
Acompanhe novidades em tempo real seguindo nosso perfil no Instagram.

Publicado por

Matheus Ferreira

Matheus Ferreira, 26. Publicitário e fundador do Geek Publicitário. Falo sobre Publicidade, TV, Design e Tecnologia.

Comentários