Olla escancara repressão sexual vivida pelas mulheres em ação para o Dia do Sexo

Por: Matheus Ferreira

A marca de preservativos Olla decidiu apostar em uma ação bastante provocativa para o Dia do Sexo, comemorado no último dia 6 de setembro. A marca colocou uma máquina que distribuía camisinhas de forma gratuita e contou quantos homens e quantas mulheres aceitavam a cortesia, para escancarar a repressão sexual vivida pelas mulheres.

Talvez você já imagine o resultado, mas de acordo com a própria peça, apenas 238 mulheres tiveram a coragem de retirar um preservativo na máquina, enquanto 672 homens fizeram o mesmo. No vídeo é possível ver algumas mulheres expressando a vergonha quando o parceiro ou um amigo decide pegar uma camisinha. Veja:

#MulheresComPegada Olla

Ainda de acordo com o vídeo, as mulheres têm 2x mais chances de contrair HIV que os homens. Além disso, 46% das mulheres declaram que já foram pressionadas a fazerem sexo sem camisinha com seus parceiros. 77% delas concordam que deveriam andar com um preservativo na bolsa, mas apenas 29% realmente fazem isso.

Leia também:  Fat Girls Traveling: o Instagram que quer te fazer viajar com o corpo que você tem

A ação resultou num rap empoderador, que faz questão de apontar o real motivo da vergonha feminina: repressão da sociedade. E ainda aproveita para tentar motivar as mulheres a deixarem os tabus de lado e se protegerem.

Com amor, GKPB. <3
Acompanhe novidades em tempo real seguindo nosso perfil no Instagram.

Publicado por

Matheus Ferreira

Matheus Ferreira, 26. Publicitário e fundador do Geek Publicitário. Falo sobre Publicidade, TV, Design e Tecnologia.

Comentários