Whindersson Nunes ultrapassa celebridades da TV e se torna maior influenciador brasileiro

Por: Matheus Ferreira

Os influenciadores digitais já não são mais uma novidade, mas sim uma realidade na vida de muitas pessoas; diante deste cenário a pesquisa “Os Influenciadores” realizada pela Provokers a pedido do Google e Meio & Mensagem tenta dar uma cara a cada uma dessas celebridades em um ranking bastante interessante para se medir o impacto da TV versus o Internet.

A pesquisa deste ano que acaba de ser divulgada traz pela primeira vez uma personalidade que já nasceu no digital como o principal influenciador (quando o assunto é conteúdo audiovisual) no Brasil. Whindersson Nunes, dono do maior canal do Youtube do Brasil ocupa a primeira posição do ranking a frente de gigantes da TV, como Rodrigo Faro, Lázaro Ramos e Taís Araújo. Veja:

Além da colocação de cada celebridade e a gigantesca penetração das “webcelebridades” na mente do público, esta pesquisa nos dá um bom panorama de muitas coisas que vêm acontecendo no mercado das celebridades.

Leia também:  Globosat vai discutir sobre transformação e reposicionamento em evento Conexão Globosat

O primeiro fator a se considerar é a dependência dos atores de TV em estarem ativamente em alguma novela, ou programa de TV para conseguirem se manter no que eu poderia dizer que seria o top of mind dos influenciadores. Na primeira pesquisa, tínhamos nomes como Tatá Werneck, Caio Castro entre os 4 primeiros. Nesta, eles nem sequer chegam a aparecer no top 20.

Ranking dos maiores influenciadores brasileiros em TV, Cinema ou Internet

  1. Whindersson Nunes
  2. Rodrigo Faro
  3. Lázaro Ramos
  4. Taís Araújo
  5. Flavia Calina
  6. Juliana Paes
  7. Paolla Oliveira
  8. Julio Cocielo
  9. Felipe Castanhari
  10. Felipe Neto
  11. Rodrigo Hilbert
  12. Kéfera Buchmann
  13. Wagner Moura
  14. Lucas Lira
  15. Grazi Massafera
  16. Bianca (Boca Rosa)
  17. Christian Figueiredo
  18. Marina Ruy Barbosa
  19. Bruna Marquezine
  20. Camila Coelho
Leia também:  Pegada Digital: serviço vai analisar passado dos influenciadores

Se considerarmos isso, dá para se interpretar que um sucesso na internet pode ser não só maior do que o da TV, como prova Whindersson Nunes, mas também menos volátil. Visto que, se fosse realizada em qualquer outro momento, a chance dos nomes provenientes da TV mudarem são bem maiores do que os nomes vindos da web.

Outro item que mostra o poder da internet enquanto plataforma de mídia é o fato de que muitos dos influenciadores que decidiram se dedicar a mais projetos no offline acabaram sendo esquecidos. A Kéfera, que ocupava a 6ª posição no ano passado, agora ficou em 12º lugar. Já Felipe Neto, que deixou de lado seus outros projetos para focar em seu canal e no canal com o irmão saiu do 20º lugar para o 6º em menos de um ano.

Leia também:  Sony Bravia OLED: a TV que reproduz som direto da tela

A pesquisa, que antes era feita com adolescentes de 14 a 17 anos, agora contempla homens e mulheres de 14 até 34 anos. Logo, podemos afirmar que o resultado não representa mais um pequeno nicho, como antes, mas uma grande fatia de público, que já consome e ainda vai consumir por alguns bons anos.

A pesquisa foi realizada com 2,5 mil pessoas das classes A, B e C nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste, de maio a agosto de 2017.

Com amor, GKPB. <3

Publicado por

Matheus Ferreira

Matheus Ferreira, 26. Publicitário e fundador do Geek Publicitário. Falo sobre Publicidade, TV, Design e Tecnologia.

Comentários