As melhores experiências proporcionadas pelas marcas no Rock in Rio

Por: Matheus Ferreira

Ontem acabou a primeira parte do Rock in Rio 2017. O Festival, que começou com um grande desafio de preencher a lacuna deixada pela ausência de Lady Gaga, encontrou nos seus patrocinadores a garantia de entretenimento e satisfação do público. Se você acompanha nosso Instagram, deve ter visto que o Geek Publicitário esteve no evento a convite da Doritos e aproveitamos a volta pela Cidade do Rock para mostrar a vocês um pouco do que vimos de mais legal por lá. Vem!

Roda gigante, palco, Pabllo Vittar, copo grátis e muito mais – Itaú

Ao chegar no Rock in Rio você já se dá conta de quem é o patrocinador Master do evento. O Itaú com seus diversos pontos de ativação tomou conta da Cidade do Rock. Além da roda gigante, que chamava a atenção de longe, o banco também colocou um palco na lateral da Cidade do Rock, por onde se apresentaram diversos artistas que cumpriram um papel fundamental de ocupar a ausência de música pop nacional no festival. Além do sucesso arrebatador de Pabllo Vittar (que já discutimos aqui), ainda passaram diversos outros artistas por lá, como o pessoal do Dream Team do Passinho, que agitou muito ao som do funk carioca. Aliás, se quisesse aglomerar multidões neste Rock in Rio, bastava tocar Anitta, Pabllo, ou qualquer funk.

Outro espaço bacana do Itaú era um fone de ouvido enorme que ficava bem próximo à entrada do evento, distribuindo copos colecionáveis gratuitos para o público. Como o festival oferecia água grátis, desde que se tivesse um recipiente para guardar, a ação resultou na maior fila que eu vi por lá no último domingo. Apesar disso, o trabalho da equipe do Itaú na distribuição dos copos foi impecável. Havia um pessoal empenhado em não deixar que a fila fosse furada e em distribuir rapidamente os copos. O resultado era centenas de pessoas com um copo do Itaú pendurado no pescoço.

Leia também:  "Essa Coca-Cola é Fanta e daí?" diz latinha da Coca em apoio à diversidade

Garagem e Mega Drop Doritos

Reprodução – Doritos

Depois da roda gigante do Itaú, quem olhasse para cima no Rock in Rio via ainda outro destaque: a torre colocada por Doritos no festival fazia com que os mais corajosos despencassem de uma atura de mais de 40m. Além da torre, a marca ainda levou uma garagem para a Cidade do Rock, onde bandas puderam experimentar a experiência de se tornarem rockstars por um dia.

Reprodução – Doritos

O stand de Doritos ainda reservava um camarote na área superior, por onde diversos artistas e influenciadores digitais puderam celebrar e curtir o show.

Tirolesa Heineken

A Heineken levou a já conhecida tirolesa, que atravessava o palco Mundo de um lado ao outro. Além disso, o stand da marca tinha uma tecnologia que media os decibéis da interação do público para mostrar as músicas mais curtidas pela galera no festival.

Leia também:  Turma da Mônica na Pernambucanas, Havaianas Playstation e Rock in Rio | GKPB Em Vídeo #143

Montanha-russa Postos Ipiranga

Reprodução – Ipiranga

Uma das ativações mais inusitadas foi a do pessoal dos Postos Ipiranga. Primeiro porque não é o tipo de marca que a gente costuma encontrar patrocinando um festival de música, e segundo porque eles levaram uma montanha-russa para dentro do Rock in Rio, com direito a looping e tudo mais.

Espaço Coca-Cola FM

A Coca-Cola criou um espaço que procurava aproximar o público dos artistas convidados, como por exemplo, o Di Ferrero, vocalista do Nx Zero. A estrutura ficou incrivelmente bonita, misturando tecnologia, música e natureza de forma elegante.

Além disso, a Coca-Cola também distribuiu copos feitos exclusivamente para o festival de música. Quem comprasse uma bebida da companhia (Coca-Cola, Fanta, Sprite…) já a recebia no copo (que nós também chegamos a abordar aqui).

The Enemy e Game XP

Reprodução – The Enemy

O pessoal do Omelete em uma parceria com a organização do Rock in Rio, realizou a Game XP, uma experiência imersiva no mundo dos games dentro do festival. Na Game XP o público podia participar de torneios nos mais variados jogos, como Mario Kart, FIFA e até Just Dance. Era uma mistura de CCXP e BGS dentro de um espaço um pouco menor, mas ainda assim, tomando um bom espaço da nova Cidade do Rock.

Do lado de fora, o pessoal do The Enemy, o novo portal de Games do grupo Omelete criou um stand bem bacana com a possibilidade de jogar Xbox One e Playstation 4, além de carregar seu smartphone. Em outro espaço havia ainda uma versão real de Super Mario Bros, onde o público podia interagir com as fases inspiradas no game em 8-bits. Ficou bem legal.

Leia também:  The Enemy: Omelete lança plataforma de conteúdo focada em games
Reprodução – The Enemy

Tinder

O Tinder chegou de mansinho, mas conseguiu fazer bastante barulho durante o Rock in Rio. A marca estava com um stand bem pequeno e escondido, mas apostou em alguns influenciadores para promoverem sua presença no Rock in Rio pelas redes sociais. Além disso, o espaço da empresa trazia dicas de como ter um perfil melhor no app, ajudava a dar um tapa na aparência e ainda dava um empurrãozinho para os solteiros com um jogo interativo onde as pessoas tinham que fazer uma ação em alguma parte do corpo de outra pessoa.

O que achamos

Essa foi a minha primeira vez visitando um dos festivais mais icônicos do Brasil e do mundo. Havia muita coisa acontecendo ao mesmo tempo e eu tenho certeza que não consegui ver tudo o que estava rolando, mas sem dúvidas, as companhias fizeram um trabalho absolutamente sensacional. E aí, o que você achou? Você esteve no festival? Conte pra gente do que você mais gostou.

Veja este e outros destaques em nosso canal no Youtube:

Com amor, GKPB. <3

Publicado por

Matheus Ferreira

Matheus Ferreira, 26. Publicitário e fundador do Geek Publicitário. Falo sobre Publicidade, TV, Design e Tecnologia.

Comentários