Ryan Gosling surta com fonte Papyrus utilizada no logo do filme Avatar

Por: Matheus Ferreira

O filme Avatar foi lançado há 8 anos por aqui, mas a fonte escolhida para o logo do filme continua incomodando muitos designers ao redor do mundo por sua semelhança com a fonte “Papyrus”, que é uma das fontes padrões do Windows.

A indignação acabou virando um curta com ninguém menos do que Ryan Gosling. O ator, que esteve na estreia da 43ª temporada do Saturday Night Live, gravou o filme “Papyrus”, que conta a história do personagem que ficou assombrado pela fonte criada em 1982. Assista:

Ryan Gosling, Papyrus e Avatar

Assim como acontece com a Comic Sans, o fato de utilizar uma fonte do Windows não é essencialmente um problema para a maioria do público, no entanto, como a maioria dos designers está acostumada com essas fontes desde os primórdios, normalmente não é o que se espera de um profissional que está trabalhando em Hollywood.

Leia também:  Ruffles apresenta novas embalagens
Aproveitando a vibe, decidimos dar uma renovada no nosso logo… Melhor não, né?

Durante o lançamento do filme, que marcou a história do cinema mundial, diversos veículos chegaram a comentar a semelhança entre a fonte Papyrus e a utilizada na identidade de Avatar. À época, diversos usuários do Twitter chegaram a criticar a escolha gráfica no Twitter.

Apesar das críticas, a identidade de Avatar continua bastante sólida e surpreendentemente atual. Isso porque, de fato, ainda que seja bem semelhante à Papyrus, a fonte foi utilizada dentro de um contexto ao qual sua aplicação é válida.

Dica do @leonfabri. 😉 #design #publicidade #propaganda #marketing #comicsans #tipografia #cebolinha #turmadamonica

A post shared by Geek Publicitário (@geekpublicitario) on

Mas aparentemente 8 anos depois a escolha ainda causa alguns arrepios por aí… Como bem podemos ver no filme estrelado por Gosling.

Leia também:  Brahma apresenta novo logo e novas embalagens

Vídeo por Marcelo Ferraz. Dica do Geek Publicitário Pedro Renan.

Com amor, GKPB. <3

Publicado por

Matheus Ferreira

Matheus Ferreira, 26. Publicitário e fundador do Geek Publicitário. Falo sobre Publicidade, TV, Design e Tecnologia.

Comentários