Uma dos maiores problemas que eu tive na escola foi o bullying, mesmo que na época eu nem soubesse o que era isso. O problema é que para muitos, é melhor se omitir diante de um caso como esse, do que tentar ajudar os outros. pensando nisso, o pessoal do Burger King decidiu criar uma campanha bastante interessante para conscientizar o público do problema.

No filme divulgado pela companhia nas redes sociais, um menino é agredido pelos colegas dentro de um restaurante do Burger King. As pessoas em volta olham e não tomam qualquer atitude. Em seguida, a rede decide então agredir seu próprio sanduíche, o Whopper Jr.

Leia também:  Double Down: KFC lança sanduíche só de recheio no Brasil

O resultado do experimento foi o que mais chocou. Apenas 12% das pessoas que estavam no restaurante tomaram uma posição para defender o menino que foi agredido emocional e fisicamente por um colega mais velho. Já 95% dos clientes se manifestaram para reclamar do lanche que estava visivelmente mal tratado. O alerta sobre a gravidade do bullying é uma maneira da rede contribuir para a conscientização dessa questão. Assista:

Bullying Burger King

O público aprovou a ação. “Necessário, olhar para o próximo, ajudar o próximo, se mover fazer algo! Parabéns BK <3” dizia um dos comentários do vídeo no Youtube.

Dados da ONG Norte Americana, a No Bully, mostram que 30% das crianças de escolas em todo o mundo sofrem com esse tipo de violência. Eu diria que de acordo com o que vi durante minha pré-adolescência foi uma porcentagem bem maior. É interessante ver marcas como o Burger King se posicionando e incentivando o debate de discussões assim.

Leia também:  Entregadores pegam fogo em comercial para promover delivery do Burger King

Com amor, GKPB <3

Acompanhe novidades em tempo real seguindo nosso perfil no Instagram.