Burger King protesta pela neutralidade da rede fazendo consumidores pagarem mais para terem o sanduíche mais rápido

Por: Matheus Ferreira

O Burger King não vive só de provocar o McDonald’s. A rede também tem algumas ações bem bacanas que têm um cunho social bem interessante. No ano passado eles fizeram um excelente comercial sobre bullying, e dessa vez apresentam um novo comercial que mostra de forma prática como pode se tornar a internet americana após a derrubada da neutralidade da rede pela FCC, órgão similar à Anatel por lá.

Para demonstrar como vai funcionar a neutralidade da rede, o Burger King decidiu inverter os papéis e cobrar a mais para entregar seus sanduíches de forma mais rápida, ou então fazer seus consumidores [supostamente] reais esperarem a mais pelo pedido. Assista:

“Nós acreditamos que a internet deve ser como os restaurantes do Burger King, um lugar que não prioriza e recebe todos”, diz Fernando Machado, diretor de marketing global da Burger King. “É por isso que criamos essa experiência, para chamar a atenção para os potenciais efeitos da neutralidade da rede”.

Leia também:  Brastemp recria memes famosos para se aproximar dos jovens
Eu certamente teria a mesma expressão de paciência que esta mulher.

Vale ressaltar alguns detalhes bem bacanas explorados pelo Burger King como a sigla MBPS dada ao sanduíche, que faz alusão aos Megabytes por Segundo, mas na verdade significa Making Burger Per Second (algo como Hambúrguers Feitos Por Segundo). E até mesmo a cobrança pelo Wi-Fi em destaque dentro da loja. Algo que talvez pudesse mesmo acontecer, visto que agora os pacotes podem ser limitados de acordo com o uso.

A sacada genial é da David Miami.

Veja este e outros destaques em nosso canal no YouTube:

Com informações de AdWeek.

Com amor, GKPB. <3
Acompanhe novidades em tempo real seguindo nosso perfil no Instagram.

Publicado por

Matheus Ferreira

Matheus Ferreira, 26. Publicitário e fundador do Geek Publicitário. Falo sobre Publicidade, TV, Design e Tecnologia.

Comentários