Nos últimos dois anos a carreira de Anitta foi um sucesso meteórico. E grande parte deste sucesso se deve a grande capacidade da cantora de realizar um trabalho de Marketing Pessoal como poucos profissionais do mercado seriam capazes. Mas todo este sucesso acaba de entrar em xeque por conta da falta de posicionamento político de Anitta para com os seus fãs.

A história começou já tem um tempo, desde que Bolsonaro começou a despontar nas pesquisas como o candidato contra os LGBTs. Desde então o público LGBT tem cobrado posicionamentos mais diretos e objetivos de seus artistas favoritos, que obviamente lucram com o público e não podem, então, defender candidatos que promovam discursos de ódio contra os mesmos.

Diversos artistas se posicionaram, mas Anitta havia ficado quieta. Diversas pessoas questionaram a cantora, que seguiu ignorando esse pedido de seus fãs LGBTs. A conversa estava sendo levada em banho maria até que Anitta começou a seguir uma “amiga de 6 anos”, que havia um perfil totalmente focado em defender o candidato Bolsonaro. A partir daí foi uma loucura só.

O nome da cantora foi rapidamente aos Trending Topics do Twitter. Milhares de fãs, revoltados, pediam um posicionamento urgente de Anitta em relação ao candidato. O posicionamento não veio, pelo contrário, vieram stories dizendo que estava se sentindo pressionada e ameaçada para revelar seu voto. Anitta pela primeira vez parecia totalmente perdida em sua estratégia de relacionamento com o seu público.

Leia também:  Diversidade no McDonald’s, Lacta Criações Fantásticas e Emojis no Burger King | GKPB Em Vídeo #181

Os vídeos só pioraram a reação dos fãs, que logo subiram a hashtag “AnittaIsOverParty” (algo como ‘Anitta já acabou’), e começaram a publicar postagens criticando a postura da artista e acusá-la de Pink Money (quando uma marca ou uma pessoa utiliza do público LGBT para fazer dinheiro e não compactua das mesmas ideias).

Cada segundo de silêncio de Anitta significavam milhares de publicações nas redes sociais daqueles que a defenderam por anos e se sentiram completamente ignorados por sua ídola. Em pouquíssimo tempo a imagem de musa LGBT de Anitta se via abalada e correndo sérios riscos de nunca mais voltar ao normal. Talvez por medo, ou efetivamente para colocar ainda mais lenha na fogueira, Pabllo Vittar fez questão de se posicionar após o ocorrido com uma imagem com os dizeres “Ele Não” e as hashtags: #elenao #elenunca #elejamais.

View this post on Instagram

#elenao #elenunca #elejamais

A post shared by Pabllo Vittar ✨ (@pabllovittar) on

Quase que como um ultimato, Anitta decidiu realizar uma publicação em seu feed. A ideia aparentemente era entregar a seu público o posicionamento que ele tanto queria. Porém, apesar de palavras bonitas, a publicação parecia muito vaga e genérica. Há quem tenha se contentado com isso. Mas as críticas à cantora não cessaram. Algo que poderia ter ocorrido facilmente lá atrás, agora se faz a cada segundo mais difícil de reverter.

https://www.instagram.com/p/Bn7G4dygQWV

O fato é que o que sobrar de todo este case será interessantíssimo para avaliar o impacto de uma posição política na vida de um artista (e, porque não, de uma marca).

Se eu pudesse arriscar, com a sensação que eu tive hoje de tudo o que li, a carreira de Anitta ainda corre sérios riscos. Acho que o decorrer das coisas levará Anitta a se posicionar ainda mais uma vez para tentar cessar as críticas e memes que o público tem feito a partir de todo o caso. Ainda assim, vai ser difícil continuar depois. Afinal tanta demora já entrega uma mensagem que não precisa ser verbalizada: nenhum posicionamento foi tomado por vontade própria. Logo, não se passa como verdadeiro.

[Atualizado em 21/09/2018 – 13h49] Anitta efetivamente fez mais uma publicação. E ainda não como seu público esperava. No vídeo publicado em seu Instagram, a cantora afirma que não aceita o apoio de qualquer candidato, em referência ao vídeo publicado pelo filho do candidato à presidência em que elogia a atitude de Anitta. O vídeo é mais um sinal da preocupação de Anitta perante a maior parte do seu público, mas ainda não foi suficiente. Com artistas internacionais como Dua Lipa se posicionando contra o projeto de governo de Bolsonaro, fica cada vez mais difícil para a cantora provar que estar longe de um posicionamento político é a estratégia ideal neste momento.

Com amor, GKPB <3

Acompanhe novidades em tempo real seguindo nosso perfil no Instagram.