More
    Começa depois do anúncio
    Início Publicidade Causas Sociais Não compartilhe fake news

    Não compartilhe fake news

    Campanha do Ministério da Saúde acerta em cheio ao conscientizar sobre a divulgação de fake news através de Whatsapp.

    Sinceramente não sei a quanto tempo essa campanha já está rodando pelo país, porém hoje me deparei com um anúncio TrueView In-stream (aqueles de que podem ser pulados em 5 segundos) no Youtube que tem a data de publicação em 25/09/2018, onde o Planalto faz uma conscientização a respeito das fake news que rolam com relação aos benefícios e malefícios da vacinação.

    O vídeo em questão simula um encontro de pesquisa de campo, onde os participantes aceitaram o convite achando que iriam responder perguntas a respeito de vacinação. De certa forma, foi isso que ocorreu, mas a mensagem imposta pelo vídeo vai muito além disso. Confira:

    - Continua depois do anúncio -

    A campanha me pegou com muita força e devo parabenizar os responsáveis pela seriedade e delicadeza retratada nessa campanha. Uma campanha que não ficou agressiva, mas extremamente conscientizadora.

    Veja também:  Previsão de Arco-íris passa a ser oferecido pelo Climatempo em apoio à causa LGBTQIA+

    Juntamente com esse vídeo, encontrei outros dois (que você pode acompanhar abaixo), no site do Planalto com o título de Fake News Matam. O site em questão é completamente intuitivo e conscientizador ao mesmo nível dos filmes, e lá você encontra um PDF com as verdades e mentiras sobre a vacinação, as metas do governo e até mesmo um chat para entrar em contato com técnicos do Ministério da Saúde para que você questione a veracidade de alguma notícia.

    Os índices de pessoas que deixaram de vacinar está em uma crescente muito forte devido a proliferação de fake news. Esse tipo de informação caluniosa a respeito das vacinas chega com muita facilidade nas mãos de qualquer um hoje em dia devido aos celulares com grupos no Whatsapp e, dessa forma, já estamos atingindo o menor índice de vacinação em 16 anos (G1).

    Veja também:  Stella Artois vai dar R$ 50 para consumidores que apoiarem restaurantes durante crise

    Se você tem algum parente ou conhecido que confia e acredita em fake news e correntes passadas pelo Whatsapp, compartilhe essa matéria com eles, envie o site do Planalto, ou ao menos compartilhe um dos filmes aqui citados. Vacinação é um assunto sério, fake news matam.

    Conheça nosso canal no Youtube:

    Conecte-se

    64,042FansLike
    74,531FollowersFollow
    13,800SubscribersSubscribe

    Em alta