No último final de semana aconteceu mais uma edição da Brasil Game Show. A maior feira direcionada ao público gamer da América Latina reuniu milhares de apaixonados por games e uma infinidade de ativações de marcas que, cada vez mais, têm entendido que este universo já deixou de ser mera brincadeira para o público e pode ser bastante rentável. Nós estivemos lá e vamos mostrar para vocês tudo o que vimos de melhor na BGS 2018. Vem!

Just Dance 2019

Se tem um lugar com diversão garantida na BGS esse lugar é o espaço da Ubisoft reservado para Just Dance. Assim como nos anos anteriores, o espaço reuniu entusiastas da dança e abrigou competições entre os amantes do jogo. A Ubisoft levou os sucessos da edição 2019, que só estará disponível em 23 de outubro por aqui. Entre as novidades estão “Bum Bum Tam Tam”, de MC Fioti, “Work Work”, de Britney Spears, e “Havana”, de Camila Cabello.

Resident Evil 2 de volta!

Em um espaço reservado à Warner foi possível ver o gameplay do remake de Resident Evil 2. Um dos maiores sucessos da história dos games está de volta com um visual repaginado e ainda mais assustador. Foi incrível relembrar os sustos de quando ainda era adolescente. Nostalgia pura!

Call of Duty Black Ops 4

O sucesso Call of Duty Black Ops está de volta em mais uma atualização com tudo aquilo que a gente já esperava: um modo Battle Royalle semelhante a PUGB e Fortnite. Nada de campanha por aqui. A ideia é atender ao hype do momento.

Ponto Games

O espaço do Ponto Frio chamou bastante a atenção. Isso porque a rede varejista levou diversos games antigos que marcaram história à BGS 2018. A máquina de dança Pump It Up, que fez o maior sucesso com os jovens em uma era pré-Just Dance, mesas de air hockey e vários fliperamas fez a gente realizar uma viagem no tempo com muito estilo e diversão.

Leia também:  Game XP lança filme institucional e se posiciona como maior evento gamer do Brasil

Espaços Playstation e Xbox

Minha maior decepção ficou com os espaços dos dois principais consoles do mercado. Se por um lado a Sony não apresentou absolutamente nada de novo em seu stand do que já vimos no ano passado, a Microsoft decidiu fechar todo o espaço do Xbox criando pequenas salas apertadas e sem muita atratividade. Além dos lançamentos para os dois consoles nada mais chamou a nossa atenção. Uma pena, pois estávamos com grande expectativa.

Nintendo Cosplay Zone

Se por um lado a gente se decepcionou com Sony e Microsoft, a Nintendo surpreendeu a todos patrocinando a Cosplay Zone. Esse é o primeiro grande aceno oficial da marca para o público brasileiro desde que abriu sua loja online por aqui. A empresa decidiu deixar o Brasil em 2015 devido aos altos impostos.

O Brasil segue sem nenhuma atuação oficial da marca por aqui, mas a presença da Nintendo patrocinando a Cosplay Zone mostra que a companhia está disposta a investir um pouco mais no país para manter a chama dos fãs brasileiros acesa.

2AM Gaming

Nós já havíamos comentado sobre a 2AM Gaming aqui em outra ocasião. A marca gamer do grupo Positivo marcou presença e fez muito bonito durante a Brasil Game Show 2018. Nós aproveitamos o tempo no espaço para conversar um pouco com Felipe Oliveira, o gerente de Produtos da marca.

“Pra gente tem sido muito bom. No geral, a receptividade da empresa tem sido fantástica. A galera que veio aqui na BGS às vezes chega com uma incógnita. Quando ele testa o equipamento ele fala: ‘cara, é muito diferente do que tem no mercado’. Realmente é algo muito bom, muito bem feito. Se não fosse isso não seríamos powered by Nvidia”, afirmou ao Geek Publicitário.

Leia também:  Fini exalta o lado bom das coisas em sua nova campanha

“Eu sou gamer. A gente sabe que o Brasil tem uma moeda não muito valorizada. A gente quer que todo mundo faça parte do mesmo universo. Não importa qual jogo você gosta, a gente atende de ponta a ponta”, finalizou.

Lojas Americanas

Nem só de surpresas do mundo gamer vive a BGS. A Americanas fez muito bonito levando uma loja para dentro da BGS com direito aos mesmos preços praticados nos pontos de venda espalhados pelo Brasil. O resultado era um stand oferecendo de itens eletrônicos a alimentação por valor bem mais abaixo do que os encontrados dentro do evento.

Além disso, a marca preparou uma toy machine para o público conseguir experimentar em primeira mão os novos Kitkats Morango e Limão, além de um outro espaço que permitia fazer parte da capa do novo FIFA 19. Veja como ficou a nossa:

Ainda na frente do stand era possível fazer fotos com policiais zumbis. Enfim, diversão era o que não faltava por lá.

Zero1

Mesmo com a Globo sendo uma das realizadoras da maior concorrente da BGS no Brasil, a Globo manteve o espaço de Zero1 no evento. O estúdio montado impressionava pela decoração. Quando passamos por lá, o apresentador Tiago Leifert estava fazendo foto com uma fila que não se via o fim.

Riachuelo Geek

A Riachuelo também levou sua submarca geek para a BGS. Se na CCXP é praticamente desumano entrar na Riachuelo Geek, na BGS o público pareceu não se empolgar tanto. O que eu achei ótimo, na verdade. Foi bem mais fácil entrar e fazer imagens de coleções inspiradas em Harry Potter, Marvel, DC, Star Wars, Mario Bros etc. Peças com preços que começam em R$ 29. A sensação é que a Riachuelo e a Americanas são um oásis dentro da BGS.

Leia também:  Konami assina como patrocinadora do Corinthians

Crockíssimo

A Crockíssimo reservou um espaço onde o público podia jogar um game de 4 fases preparado especificamente para os apaixonados por jogos. Aqueles que conseguissem zerar o jogo no menor tempo garantiam um espaço no ranking geral que ia premiar o jogador com um kit Playstation VR e alguns Nintendos Switch.

Twitch

O terror do Youtube pelo Twitch se faz cada vez mais real dentro da BGS. Se neste ano o Youtube quase não apareceu na feira, o Twitch continuou com sua receita de sucesso com um estande gigante, aberto e repleto de streamers que interagiam com seus fãs que se amontoavam do lado de fora.

Fini

A Fini já adotou o público geek faz um certo tempo. E desta vez não decepcionou. A marca levou à BGS um espaço onde o público podia matar as saudades de Mario Kart do Nintendo 64 e ainda, de quebra levar alguns brindes com balinhas de gelatina e alguns lançamentos como a novidade sabor churros.

Banana Geek

A Banana Geek foi um achado nosso durante a Anime Friends. A loja que ainda estava se estruturando já mostra a que veio. Dessa vez pudemos encontrar algumas novidades de Marvel e Playstation entre os itens de Capcom (mais focado em Resident Evil e Street Fighter).

BGS 2018

Foi muito bom estar mais uma vez na Brasil Game Show. É nítido ver como o evento tem conseguido não só manter o interesse dos anunciantes, como em muitos casos ainda mostrar grandes novidades, como foi o caso da Riachuelo Geek e da nova roupagem da Americanas.

A BGS é um evento para a família toda, revivendo desde clássicos, como um fliperama de The King of Fighters, até o que há de mais moderno em realidade virtual. Definitivamente é um evento que vale a pena.

Com amor, GKPB <3

Acompanhe novidades em tempo real seguindo nosso perfil no Instagram.