Que o Orkut foi uma rede social inesquecível para o público brasileiro ninguém tem dúvida. Mas a rede que unia pessoas em torno de coisas em comum se viu substituída pelo Facebook. Uma plataforma que tem se demonstrado cada vez mais nociva para a sociedade pelo seu alto poder de gerar ódio e separar pessoas por suas diferenças. Exatamente o contrário do que prega Orkut Büyükkökten, o criador da rede que esteve no Brasil para uma palestra durante o Expo Digitalks.

Durante uma rápida conversa com Orkut, nós conversamos um pouco sobre sua nova rede social focada nos dispositivos móveis, a Hello. A Hello é uma evolução do Orkut para os dispositivos móveis. A rede reúne pessoas em torno de assuntos que elas gostam, como se fossem as saudosas comunidades. O conceito é bem interessante, porém tem encontrado dificuldade de crescimento, tendo em vista que o Facebook tem uma estratégia mais agressiva e direcionada para o que as companhias esperam quando o assunto é publicidade digital.

No entanto, um dos pontos mais importantes da conversa com Orkut foi sobre o futuro das redes sociais. Perguntei a ele se acreditava que era possível uma rede social ser lucrativa focando em ser exatamente a antítese do que pregava o Facebook. E a resposta foi surpreendentemente interessante: “É extremamente possível ser rentável promovendo o amor. Por exemplo, se você cria um grupo de discussão ‘Eu amo Adidas’, você está falando diretamente de marcas e de gostos em comum”.

Em tempos onde a privacidade tem se tornado cada vez mais uma preocupação e a rede de Zuckerberg tem se envolvido em polêmicas e mais polêmicas; ter encontrado com Orkut Büyükkökten foi, não só uma realização pessoal e profissional, mas também um sopro de esperança do que esperar do futuro das redes sociais.

Orkut viaja o mundo falando sobre os malefícios do modelo de negócio das redes sociais como Facebook e Instagram. A palestra dele durante o Expo Digitalks focou muito em transformar as redes sociais em algo que deixe as pessoas mais felizes e unidas, ao invés do que vemos acontecendo hoje em dia. Se a Hello vai pegar eu não sei, mas a nossa torcida aqui no Geek Publicitário é para que sim.

O aplicativo Hello vem crescendo e ganhando usuários no mundo todo, já está disponível em 12 países, sendo o mais recente a Índia, em abril de 2018. O download é gratuito na App Store e Google Play e está disponível a partir da versão iOS 8 e da versão KitKat para Android.

Leia também:  FunCast: exposição interativa em São Paulo faz sucesso com público do Instagram

Com amor, GKPB <3

Acompanhe novidades em tempo real seguindo nosso perfil no Instagram.