Depois de ser alvo de um grande escândalo com divulgação da Fake News durante o processo eleitoral nos EUA, o Facebook se vê mais uma vez diante do mesmo problema, mas dessa vez dentro de seu app Whatsapp. Pensando nisso, a rede decidiu investir em uma campanha contra as notícias falsas.

O Geek Publicitário encontrou no site da Folha de São Paulo alguns banners assinados pelo próprio Whatsapp com dicas e orientações para que o público não caia em notícias falsas dentro do app. Sob a assinatura “Compartilhe fatos, não boatos”, a campanha traz outros alertas como “Mensagens encaminhadas não foram criadas por quem te enviou”; ou ainda, “No Whatsapp você pode sair de qualquer grupo que compartilha notícias falsas”.

Leia também:  O que o brasileiro mais pesquisa no Google?

Os banners levam para uma página de FAQ do Whatsapp criada especificamente para responder questões sobre notícias falsas.

O momento é bastante delicado, pois o que tem ocorrido no processo eleitoral brasileiro não tem precedentes. Se do lado americano as notícias corriam pelo Facebook, dessa vez o caráter conhecido como “dark social” do Whatsapp dificulta ainda mais a identificação dos criminosos. Isso porque eles chegam diretamente em seu público e vão se espalhando por grupos fechados.

A Folha de S. Paulo anunciou que a PF já pediu para que o Whatsapp envie à Justiça os dados dos números que têm disparado notícias falsas para eleitores. Porém, há dois dias das eleições fica bem difícil conseguir agir a tempo.

Leia também:  Firefox entra no combate contra fake news nas eleições

Recentemente o Brasil foi apontado como o 2º país com menos noção da própria realidade pela pesquisa “Os Perigos da Percepção”, realizada pelo instituto Ipsos Mori.

Com amor, GKPB <3

Acompanhe novidades em tempo real seguindo nosso perfil no Instagram.