No dia 8 de dezembro a Netflix liberou o que seria o trailer de Saint Seiya: Os Cavaleiros do Zodíaco e até então todos estavam muito animados com a vinda dessa adaptação, porém ao mirar em representatividade a empresa de streaming errou feio alterando um dos personagens que mais traziam representatividade ao anime: Shun de Andrômeda. Confira abaixo:

Não é preciso ir longe para ver que a adaptação não agradou nenhum dos lados, até mesmo os preconceituosos com o personagem criticaram a alteração de sexo. Muitos fãs da franquia sugeriram personagens mulheres como Marin, Shina e June que poderiam ser acrescentadas ao grupo dos cavaleiros de bronze gerando representatividade e encaixando a história ao redor disso.

Leia também:  Lucifer | Confira finalmente o trailer da 4ª temporada

Mas por quê todo esse alarde com a alteração de sexo de um personagem? Shun de Andrômeda é um personagem que até hoje carrega grande bagagem preconceituosa em suas costas por diversos fatores. Ainda que fosse o personagem mais forte entre os cavaleiros de bronze, o fato de ser um cara sensível e usar armadura de cor rosa sempre gerou diversos comentários sobre a sexualidade do personagem, lutando contra o estereótipo de que homem precisa ser másculo e revoltado com o mundo.

A criadora de conteúdo Mikannn, que possui um canal no Youtube onde fala sobre cultura geek em geral, se pronunciou lembrando de um acontecido sobre a exclusão que o personagem sofre, onde em uma coleção da C&A sobre Cavaleiros do Zodíaco o Shun foi o único que não recebeu estampa.

Leia também:  Série de parceria entre Kondzilla e Netflix, Sintonia, ganha data de lançamento

Aparentemente nem a própria Netflix está aguentando a enxurrada de comentários negativos a respeito da adaptação, pois o roteirista e produtor Eugene Son saiu em defesa da mudança do personagem no Twitter e acabou saindo literalmente, afinal o mesmo excluiu a conta na rede social.

Existem pessoas que estão criticando também a animação da adaptação, sabemos que são raras as vezes em que um anime dá certo em 3D, mas dessa vez parece que o 3D ficou ofuscado pela alteração inesperada do sexo de um dos personagens principais.

Leia também:  Solas de tênis personalizadas com 'Plankton' se tornam febre DIY no Twitter

Será que a Netflix irá se pronunciar sobre o ocorrido ou tudo irá seguir como se nada estivesse acontecendo? De qualquer forma Saint Seiya: Os Cavaleiros do Zodíaco deve estrear entre junho e setembro do ano que vem na plataforma de streaming.

Com amor, GKPB <3

Acompanhe novidades em tempo real. Siga nosso perfil no Instagram.