No último dia 29 de janeiro foi celebrado o Dia da Visibilidade Trans, uma data criada para dar mais voz aos transexuais e colocar em pauta as necessidades dessa parcela tão marginalizada e ignorada na sociedade e até mesmo dentro do universo LGBT.

Com o assunto cada vez mais em alta, diversas marcas decidiram apostar em ações que reforcem a importância da data e também ampliem o debate sobre o tema. Vamos ver algumas delas abaixo:

Google

Talvez uma das ações de maior impacto vistas durante o dia 29 foi a troca do logo do Google por uma imagem de Brenda Lee na sua página inicial. Brenda Lee foi uma militante transexual brasileira que lutou pela causa e abrigou dezenas de LGBTs e portadores de HIV que eram expulsos de suas casas. Brenda Lee foi brutalmente morta junto com algumas amigas a tiros. Seu corpo foi encontrado dentro de uma Kombi, em 1996.

Leia também:  Google+ será extinto em abril

A repercussão foi imediata. No momento em que a página foi atualizada diversas discussões começaram nas redes sociais e pipocaram matérias sobre o fato de o Google ter reservado um espaço em sua página mais vista pelos usuários para alguém como Brenda Lee.

Esporte Clube Bahia

Em meio a um mercado ainda tão machista e preconceituoso como o do futebol, o pessoal do Esporte Clube Bahia anunciou que está adotando o nome social para seus funcionários em crachás, carteiras de sócios e outros lugares vinculados ao clube em que seja necessário a exibição do nome.

“Nome social” é a designação pela qual as pessoas transexuxais ou travestis preferem ser chamadas no lugar de seus nomes de registro. O relatório da ONG Internacional Trangender Europe que mostra que o Brasil é o país que mais mata travestis e pessoas trans no mundo foi apontado pelo clube como um dos motivos para incentivar esta mudança.

Leia também:  Rota Paladar: Estadão, Google e Santander se unem para ação no Waze

Young & Rubicam

Nesta quinta-feira, dia 31 a Young & Rubicam dá mais um passo em direção ao seu projeto de promoção e implementação de uma maior diversidade dentro da filosofia da companhia. A empresa vai assinar os 10 compromissos do Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+.

Para isso, a agência preparou um evento que contará com o artista Ariel Nobre, com exibição do curta “Preciso Dizer Que Te Amo”, e ainda um papo sobre a experiência do corpo trans no mercado de trabalho com Maite Schneider, consultora de diversidade e uma das resposáveis pela plataforma Transempregos.

É muito importante notar que várias companhias começaram a dar visibilidade para o público trans. Ainda estamos só no começo, mas com tamanha repercussão positiva, é praticamente impossível não imaginar que a celebração da data continuará entrando nos calendários dos próximos anos.

Leia também:  Google+ será extinto em abril

Com amor, GKPB <3

Acompanhe novidades em tempo real seguindo nosso perfil no Instagram.