Em alta

More

    Para você:

    Início Publicidade Causas Sociais 50 Cent queima roupas da Gucci após ato racista da marca

    50 Cent queima roupas da Gucci após ato racista da marca

    O rapper 50 Cent declarou seu repúdio a Gucci através de um vídeo em seu Instagram onde queimou uma camiseta da marca.

    Essa semana muitas celebridades negras dos EUA se pronunciaram contra um ato racista da Gucci em uma peça de roupa envolvendo blackface. O rapper 50 Cent publicou um vídeo em seu Instagram queimando uma camiseta e declarou seu repudio contra a marca.

    O termo “blackface” faz referência a uma representação pejorativa de pessoas negras no teatro americano ao fim do século 19, onde os brancos se pintavam com carvão e usavam batom vermelho para propagar preconceito racista e reforçar estereótipos sobre o comportamento dos negros.

    - Continua depois do anúncio -

    É de extrema repugnância em pleno 2019 uma marca de grande nome como a Gucci se prestar a um papel como esse, visto que não há qualquer ponto argumentativo na história para defender esse ato se não o racismo claro exposto pela marca.

    Em seu Instagram, o rapper 50 Cent publicou um vídeo queimando sua camiseta da Gucci com a legenda que diz, em tradução livre, algo como “Estou me livrando de tudo da Gucci que tenho em casa. Não irei mais promover essa marca”. O Vídeo já conta com mais de 550 mil curtidas na plataforma. Confira:

    A peça em questão que gerou tanto desgosto pela marca foi um moletom preto da Gucci com uma gola alta que chega até a região da boca, com um detalhe vermelho remetendo a lábios grossos. O fato de a imagem do site ter uma modelo loira de olhos claros usando a peça agravou ainda mais a situação.

    https://www.instagram.com/p/Bt0xEUYnH-i/
    “Sim, não estou mais com a Gucci, vou doar toda roupa da marca que eu tiver para moradores de rua para que eles possam vestir isso”, diz a legenda em tradução livre.

    Outras celebridades se pronunciaram a respeito do ato promovido pela marca, Spike Lee, que concorre ao Oscar pelo filme Infiltrado na Klan, também se manifestou dizendo que não usará Gucci até que a marca contrate mais designers negros para seu staff. Segundo o diretor, “as grifes precisam de profissionais negros dentro do escritório quando essas coisas acontecem”.

    Os rappers T.I, Waka Flocka Flame e Soulja Boy também se declararam a respeito da situação, entretanto o maior decepcionado da história foi Soulja Boy, que começou a remover a tatuagem com a logo da grife em sua testa. O mesmo publicou em seu Instagram um vídeo onde se diz chocado, desrespeitado e afirma que a Gucci foi “cancelada”. Confira:

    https://www.instagram.com/p/BtpVJvoAFmQ

    Depois da repercussão do caso, a marca fez um pronunciamento oficial onde afirmou que os itens seriam retirados de circulação nas lojas físicas e on-line, se comprometendo a promover o respeito e o reforço à diversidade. “Estamos totalmente comprometidos em aumentar a diversidade por toda a nossa companhia e tornar esse incidente um poderoso momento de aprendizado para o time Gucci”, disse o comunicado.

    Veja este e outros destaques em nosso canal no YouTube:

    Com amor, GKPB. <3

    Acompanhe novidades em tempo real. Siga nosso perfil no Instagram.

    Conheça nosso canal no Youtube:

    GKPB Em Vídeo

    Geek Public... o quê?

    imagem-perfilMatheus Ferreira, 29, é o cara que cuida desse site que você já ouviu falar por aí.

    O Geek Publicitário é mais que um Blog de Publicidade. É um lugar para abordar tudo o que acontece de mais interessante no mercado da comunicação, da criatividade e do universo geek. Entre, tire os sapatos e sinta-se a vontade.

    + Saiba mais

    Conecte-se

    64,174FansLike
    74,531FollowersFollow
    13,900SubscribersSubscribe

    Newsletter

    Receba nossas melhores notícias diretamente em seu e-mail.

    Equipe

    Matheus Ferreira

    Editor-Chefe

    Tom Oliveira

    Repórter