Foto: Portal B9/Reprodução.

O governo do Japão anunciou que a moeda nacional do país, o Iene, passará por alterações que serão feitas tanto em suas moedas quanto em suas cédulas. Essas mudanças vão desde uma simples faixa até mesmo a novas personalidades homenageadas, além de visar novas maneiras para evitar a clonagem das notas.

Segundo o ministro da economia japonesa, Taro Aso, as novas notas irão contar com numerais maiores para gerar um fácil entendimento, marcas d’água mais elaboradas, novas formas de segurança para evitar cédulas falsas e principalmente hologramas em 3D (tecnologia utilizada pela primeira vez na história de qualquer país).

A moeda de 500 ienes, equivalente atualmente a R$ 17,35 reais, contará com mudanças em sua cor e em seu design, onde passará a ter uma faixa dourada em seu entorno.

Moeda atual de 500 ienes. Foto: Portal B9/Reprodução..
Projeto para nova moeda de 500 ienes. Foto: Portal B9/Reprodução.

As cédulas de 1.000 ienes (R$ 34,70 reais), terão as imagens do bacteriologista Hideyo Noguchi e do Monte Fuji substituídas pelas imagens do, também bacteriologista, Shibasaburo Kitazato e a pintura “A Granda Onda de Kanagawa”, de Katsushika Hokusai.

Projeto para nova moeda de 1000 ienes. Foto: Portal B9/Reprodução.

As notas de 5.000 ienes (R$ 173,48 reais) terão em sua estampa frontal o rosto da educadora Umeko Tsuda, pioneira da área da educação que ajudou a sedimentar o ensino para o público feminino no país durante o século 20, e na parte traseira contará com algumas flores Wisteria.

Projeto para nova moeda de 5.000 ienes. Foto: Portal B9/Reprodução.

As cédulas de 10.000 ienes (R$ 346,96 reais) ficaram para o “pai” do capitalismo japonês, Eiichi Shibusawa, personagem importante na história do país que revolucionou as práticas financeiras na virada do século 19 para o século 20. Na parte traseira, acompanhando Shibusawa, teremos a Estação de Tóquio, parada de trem turística da capital.

Projeto para nova moeda de 10.000 ienes. Foto: Portal B9/Reprodução.

Todas as notas tem previsão de substituição até o ano de 2024 e essa é a primeira alteração que acontece com a moeda japonesa desde 2004.