A prefeitura de São Paulo está alegando que nenhum patinete elétrico deveria estar circulando pela cidade, devido a falta de credenciamento de autorização. Dessa forma, recolheu 557 patinetes elétricos da Yellow e da Grin, ambas marcas controladas pela empresa Grow.

As marcas liberaram uma aba em seus aplicativos para denunciar o abuso de autoridade da prefeitura. O comunicado diz que os patinetes foram recolhidos ilegalmente e pede para os consumidores ligarem reclamando para o número 156.

A Grow alegou através de comunicado que “o decreto da prefeitura é inconstitucional e ilegal”, pois segue a regulamentação federal publicada pelo Conselho Nacional de Trânsito em 2013. Além disso, a empresa afirmou que a prefeitura já danificou mais de 400 patinetes durante a apreensão: “Todos os patinetes que estavam na Faria Lima, do Largo da Batata até a Vila Olímpia, foram apreendidos com truculência”.

A Yellow e a Grin contam com quase 4 mil patinetes na cidade de São Paulo e a Grow informou que está tomando as providências na Justiça. O prefeito Bruno Covas decretou que, além do recolhimento dos patinetes elétricos, a empresa poderá receber uma multa de R$ 20.000,00 por atuar na cidade sem autorização.

Com amor, GKPB <3

Acompanhe novidades em tempo real. Siga nosso perfil no Instagram.