É possível que você tenha visto alguém no seu circulo de amigos ou até mesmo uma celebridade que você acompanha trocar a foto de perfil do Instagram para uma imagem lisa na cor azul. Tudo se trata de uma manifestação quem vêm acontecendo na internet através de uma corrente solidaria para conscientizar o mundo a respeito do que está acontecendo neste momento no Sudão.

O país está virado de cabeça para baixo devido a uma crise humanitária movida por diversos conflitos, após o presidente Omar al-Bashir ser derrubado pelos militares, com a acusação de que o mesmo estivesse envolvido com crimes ligados a corrupção e posse ilegal de moeda estrangeira. O regime militar está tomando Sudão e para limitar a comunicação entre a população da capital, Cartum, o exército chegou a cortar a internet, fazendo com que os civis não tivessem contato com o mundo exterior.

O movimento que protesta a favor da população residente no Sudão se chama Blue for Sudan e tem a cor azul como símbolo pois, de acordo com explicação da imprensa internacional, essa era a cor favorita de uma das vítimas do massacre, Mohamed Mattar, um engenheiro de 26 anos que foi morto a tiros pelas forças de segurança do país.

A ditadura já caminha para se instalar fortemente no país e muitos crimes estão acontecendo de maneira deliberada, incluindo diversas acusações de atos violentos e estupros feitos por paramilitares das Forças de Apoio Rápido (RSF), que são comandadas pelo governo sudanês.

Celebridades como Bruna Marquezine, Cardi B, Sza, Naomi Campbell e Gisele Bündchen estão envolvidas na corrente das fotos azuis e é possível acompanhar mais informações sobre o que está acontecendo no Sudão através do perfil @hadyouatsalaam, amiga do falecido Mohamed Mattar, que está utilizando a plataforma para manter o mundo atualizado.