Você provavelmente já se deparou com a expressão “Mãe, o forninho caiu!” ou “Taca-lhe pau nesse carrinho!” e talvez saiba pouco sobre o que essas frases representam para a nossa sociedade. Um estudo, realizado pelo GloboSAT e Consumoteca nos traz diversas informações acerca do mundo dos memes e o impacto que possuem na nossa comunicação.

A pesquisa, realizada pela GloboSAT e Consumoteca traz uma definição para o que é meme e, segundo o #MUSEUdeMEMES: “Meme é um fenômeno típico da internet, e pode se apresentar
como uma coleção de textos, imagens, comportamentos difundidos, desafios ou memórias compartilhadas.”

A internet é tão vasta e possui tanto conteúdo que os memes se tornaram uma maneira de selecionar o conteúdo que é mais relevante dentro de qualquer contexto e dar destaque de uma forma que inúmeras pessoas sejam atingidas por esta adaptação. E o ciclo é infinito, afinal, os memes se ressignificam à medida que se espalham.

Leia também:  VIU Hub e SporTV lançam movimento #PorqueÉMulher após críticas machistas à campeã de reality

E mais do que divertir os memes possuem uma função essencial na sociedade: muitas mensagens e reflexões trazem à tona temas recorrentes de grande relevância. Há um dado indicando na estudo que, 73% das pessoas já souberam de uma notícia através de um meme.

Os memes possuem estrutura e conseguem dar suporte à anseios e vontades que se sobrepõem hoje em dia, como a vontade de pertencer, entender e se expressar. E o que as pessoas buscam com isso, respectivamente, é estar em grupo, explicar o mundo e falar pro mundo.

Os memes na comunicação

Além de diversos fatos interessantes que o estudo realizado pelas duas marcas traz, também podemos visualizar dados do impacto e eficiência dos memes na comunicação, seja no dia a dia ou em qualquer outra situação.

Leia também:  Guaraná Antarctica cria 'Memearia', a primeira startup de memes no mundo

Das pessoas que compartilham memes 46% compartilham algum conteúdo que traduzem seus problemas pessoas. Isso, graças à ironia que estes carregam, dando espaço para desabafos, fracassos e angústias da realidade.

Na nossa sociedade, o meme também é visto como uma ponte de comunicação que possibilita a conversa e a troca de opiniões entre pessoas: 54% das pessoas que participaram do estudo alegam que ele possibilita um diálogo diferente, enquanto 45% o usam para quebrar gelo numa conversa e 43% usam para mandar uma indireta.

É notório portanto que, se as marcas querem se comunicar, independente do público, devem se atentar que a comunicação, principalmente no Brasil, vem mudando. Não sabemos ao certo como isso irá acontecer mas sabemos quem deve estar por lá: os memes.

Leia também:  Globosat assume novo posicionamento e questiona "O que é TV"?

Como base para o estudo foram entrevistadas mil pessoas em todo o Brasil das classes A, B e C, sendo 53% mulheres e 47% homens. Você pode conferir o estudo completo clicando aqui.

Com amor, GKPB <3

Acompanhe novidades em tempo real. Siga nosso perfil no Instagram.