O PIB no primeiro trimestre sofreu com uma queda de 0,2%, segundo dados do IBGE, mas ainda assim o Giraffas conseguiu apresentar um bom desempenho como resultado positivo, atingindo alta na receita pelo décimo primeiro mês seguido, e mira faturamento aproximado de R$ 730 milhões em 2019.

O primeiro trimestre da rede foi muito positivo e trouxe um crescimento de 9%, fechando o mês de junho com faturamento de aproximadamente R$ 350 milhões em 2019, que supera em 12% o valor no mesmo período de 2018.

Vale destacar que a empresa têm crescido enquanto a economia do país ainda apresenta diversos sinais de estagnação, pendendo para a queda na maioria dos momentos. O Giraffas se encontra bem otimista com seu desempenho até o momento e diz que pretende crescer ainda mais.

Para o analista Claudio Miccieli, diretor de gestão do Grupo Giraffas, a crença é de que o cenário para empresa seja ainda mais positivo. “Nós já tivemos um segundo semestre muito forte no ano passado, que pavimentou o caminho para o excelente momento que estamos vivendo em 2019. Agora, fechamos o primeiro semestre com 12% de alta, número bem superior à média do mercado. Acreditamos que conseguiremos superar a nossa meta e também já começar a trilhar o caminho para um 2020 ainda melhor”, diz Claudio.

Giraffas é a maior rede de refeições completas do mercado brasileiro e foi a primeira grande rede de alimentação a propor um menu pensado especialmente para o público vegetariano. A rede oferece mais de 100 opções em seu cardápio, que mescla entre pratos, sanduíches, happy hour e sobremesas.

Com 38 anos de experiência, a empresa está presente em 25 estados brasileiros com mais de 400 unidades e mostra que ainda há muito apetite para expandir sua rede. O Giraffas tem expectativa de um crescimento de 8% para 2019, com abertura de 40 novas unidades visando sempre qualidade e preço acessível.