Com o avanço da tecnologia e dos apps para smartphones, diversas novas profissões vão surgindo. É o caso, por exemplo, dos entregadores de apps como iFood, Uber Eats e Rappi, por exemplo. Mas aparentemente toda essa tecnologia não é capaz de evitar velhos hábitos, como “beliscar” a comida antes da entrega. É o que comprova uma pesquisa realizada pela US Foods, que aponta que 28% dos entregadores de apps de comida beliscam os pedidos antes de realizar a entrega.

O problema é a fome

A empresa conversou com 500 prestadores de serviço e 1,5 mil consumidores durante o estudo e descobriu que, além daqueles que comem parte do pedido antes de entregar, metade dos entregadores confessou já ter pensado em fazer algo do tipo. O principal motivo? O cheiro de comida durante momentos de fome.

Leia também:  Bob's distribui lanches para entregadores em parceria com Rappi e Coca-Cola

Os consumidores são mais inocentes. Apenas 21% deles confessou suspeitar da violação dos pedidos durante o trajeto de entrega. No entanto, a grande maioria (85%) acredita que daria para evitar este problema com uma vedação por completo das embalagens. Fica aí a dica então para as empresas.

Eu não sou o maior fã de apps de delivery, mas confesso que nunca mais vou conseguir pedir comida sem paranoias.

Com amor, GKPB <3

Acompanhe novidades em tempo real. Siga nosso perfil no Instagram.