Na última quarta-feira (23/10) aconteceu o segundo jogo das semifinais da Copa Libertadores da América 2019 e o iFood aproveitou a oportunidade para divulgar uma promoção dentro do App, o que a empresa não contava e que seria notificada pelo Procon por conta da ação.

Semifinal da Libertadores na Globo e o iFood enxerga nisso uma oportunidade para realizar uma ação de merchandising: após o primeiro gol, o narrador Galvão Bueno, anuncia a promoção que a marca havia preparado: quem fizesse um pedido pelo iFood, teria um desconto equivalente ao número da camisa do jogador autor do gol.

Como o primeiro gol foi do jogador Bruno Henrique, camisa 27, o desconto a ser oferecido pelo app deveria ser de R$ 27. O que a empresa não contava é que o aplicativo passaria por uma instabilidade nos momentos seguintes ao anuncio. Segundo a nota do site oficial do Procon-SP, muitos consumidores reclamaram que não conseguiram fazer uso do cupom de desconto promocional pelo ocorrido.

Leia também:  iFood oferecerá pratos por R$ 1 com entrega grátis para novos usuários

Alguns instantes depois a conta oficial do Twitter do iFood fez um tweet comentando da possível “instabilidade” no aplicativo, anunciando o fim do cupom de R$ 27 e anunciando um novo cupom de R$9, o que gerou insatisfação nos consumidores:

Através da notificação, o Procon-SP pede para que o iFood em até 72 horas faça o esclarecimento sobre a abrangência geográfica, validade e regras específicas dessa promoção. A empresa também terá que enviar informações com a quantidade de acessos feitas no app no momento em que a oferta foi anunciada na Globo.

Leia também:  28% dos entregadores de apps de delivery 'beliscam' comida antes de entregar

Uber Eats aproveita a oportunidade

Nas horas em que o concorrente comete um deslize igual a esse do iFood nada melhor do que uma alfinetada, não é mesmo? Diante da oportunidade a Uber Eats não perdeu tempo e logo encaminhou um e-mail para seus consumidores oferecendo 27% de desconto no aplicativo e enfatizou que não haveria queda: