Ontem, quinta-feira (7), fez uma publicação em sua página oficial do Facebook informando que suspendeu todas as suas campanhas publicitárias nos intervalos de programas da Rede Globo. Carta assinada por Luciano Hang, dono da Havan alega que a decisão foi tomada por estarem “sendo cobrados pela sociedade e clientes”.

Em resposta ao posicionamento político que a Globo vem mostrando, a Havan toma a decisão de suspender todas as suas campanhas por “não compactuar com o jornalismo ideológico e algumas programações” que são transmitidas na emissora.

A empresa afirma que enquanto “os programas prestarem um desserviço à nação e irem contra os valores da família brasileira” não voltarão a anunciar no canal. A carta ainda diz que “as eleições do ano passado mostraram que a grande maioria dos brasileiros quer mudanças” e que manterá os anúncios nas afiliadas e jornais locais “que informam a sociedade de forma mais isenta e conservadora”.

Leia também:  Reality de Rainbow Six, Looking for a Caster, está chegando ao fim

A carta conclui “que o setor empresarial tem que ter a coragem e a responsabilidade de não aceitar o errado como verdadeiro” e que “o Brasil que queremos só depende de nós”. Confira a carta na integra: