Arte é tudo aquilo que nos tira do nosso conforto e nos propõe alguma reflexão e pensando nisso, o artista Simon Weckert decidiu explorar uma brecha do Waze e Google Maps, utilizando 99 celulares e uma estratégia tão simples, que a gente fica até se perguntando porque ninguém pensou nisso antes.

Os dados de trânsito de apps como o Google Maps e Waze usam dados da base de usuários para classificarem a densidade de trânsito dentro de uma determinada rua. Pensando nisso, o nosso amigo Weckert decidiu colocar 99 aparelhos com um dos apps em rota dentro de um carrinho de mão e saiu puxando ele pelas ruas para verificar o que acontecia no trânsito do Google Maps.

Leia também:  Hackeando o Waze, Anéis princesas Disney e Harry Potter na Pernambucanas | GKPB Em Vídeo #260

Mesmo com as ruas vazias, o sistema começa a mostrar que elas estavam congestionadas por causa do número de aparelhos em rota simultaneamente no local.

Repare que para deixar a situação ainda mais interessante, é possível notar no mapa que Simon Weckert escolheu propositalmente a rua do escritório do Google em Berlin para realizar a ação. Isso sim é afronta.

A falha pode parecer inocente, mas uma ação deste tipo pode acabar redirecionando rotas de centenas de motoristas, que mesmo com a rua vazia acabariam desviando do trajeto numa tentativa de evitar trânsito.

Com amor, GKPB <3

Acompanhe novidades em tempo real. Siga nosso perfil no Instagram.

Conheça nosso canal no Youtube: