More
    Começa depois do anúncio
    Início Publicidade TV Globo reconhece críticas e faz 'Em Pauta' só com profissionais negros

    Globo reconhece críticas e faz ‘Em Pauta’ só com profissionais negros

    Após programa com 7 comentaristas brancos debatendo racismo estrutural, Globo decide realizar edição do Em Pauta apenas com profissionais negros.

    O racismo estrutural é tão complexo de ser percebido que faz a maior emissora do país não ter sequer um jornalista negro em meio a 7 profissionais do programa “Em Pauta”, que tinha como pauta justamente os protestos contra o racismo estrutural nos EUA. O paradoxo levou a um tuíte feito por Irlan Simões que ganhou proporções gigantescas. “Rapaziada… A pauta é racismo…”.

    A observação viralizou rapidamente e levantou inúmeras discussões e críticas à Globo, por justamente debater o racismo estrutural com uma cena típica do racismo estrutural. A emissora em um momento de autocrítica decidiu então realizar uma edição que deve entrar para a história. O apresentador Marcelo Cosme iniciou a edição de hoje do Globonews Em Pauta explicando o ocorrido e anunciando uma edição totalmente comandada por profissionais negros.

    Veja também:  SBT retoma gravações do Programa do Ratinho com plateia virtual
    - Continua depois do anúncio -

    Heraldo Pereira comandou o programa com as convidadas por Maria Júlia Coutinho, Zileide Silva, Aline Midlej, Flávia Oliveira e Lilian Ribeiro. Além disso, Heraldo Pereira deu o tom de como deve ser o futuro do programa. De acordo com ele, Zileide e Flávia vão fazer parte do time de comentaristas do Em Pauta.

    Veja também:  Pioneiro, Jornal da Record faz sucesso no Tik Tok

    A decisão mostra, além de tudo, uma Globo mais preocupada com a coerência de suas ações. Se num passado haveria grande resistência, principalmente de setores mais conservadores da emissora em algo muitas vezes considerado como “se curvar” à pressão das redes sociais, hoje a resposta é rápida e certeira. Como se espera de uma empresa que se preocupa com seu presente e, principalmente, seu futuro.

    O programa rapidamente tomou conta dos assuntos mais comentados do Twitter, com inúmeros comentários positivos e clima de vitória por parte da comunidade negra, que comemorou a conquista.

    Veja também:  Casa assombrada que inspirou "Invocação do Mal" será vigiada em live

    “Que seja um tipo de acontecimento que se torne normal ao ponto da gente não precisar mais ficar comemorando quando acontece. E lembrando, como @flaviaol bem falou ali: negras e negros sabem falar de muita coisa, não apenas de racismo.” analisou Irlan Simões, autor do tuíte que iniciou toda a discussão.

    Em suas redes sociais a emissora reforçou seu compromisso e responsabilidade em respeitar a diversidade dentro de sua programação:

    “‘Rapaziada.. a pauta é racismo!’
    Em contínuo aprendizado e ampliando sempre nossa responsabilidade com o respeito à diversidade, compartilhamos aqui o #EmPauta de hoje e queremos também aumentar nosso diálogo com nossos seguidores e futuros colaboradores negros.
    Por isso, se você faz parte de uma organização, comunidade, coletivo que trabalha inclusão e empregabilidade de pessoas negras, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected]
    Vamos construir e estreitar esses relacionamento! 🖤”

    Com amor, GKPB. <3

    Acompanhe novidades em tempo real. Siga nosso perfil no Instagram.

    Conheça nosso canal no Youtube:

    Conecte-se

    64,036FansLike
    74,531FollowersFollow
    13,800SubscribersSubscribe

    Em alta