More

    Manifesto

    Qualquer pessoa que olhe o mercado publicitário de fora imagina o melhor dos mundos. Um ambiente descolado, com paredes desenhadas, pufes espalhados pelo ambiente e uma rotina, muitas vezes, bem dinâmica. Talvez por isso fique tão difícil escancarar a lgbtfobia dentro das agências e demais ambientes da publicidade.

    Na nossa luta diária pela diversidade, nos deparamos inúmeras vezes com palavras como “nossa, mas agência é um ambiente tão descolado, como que pode ter gente homofóbica lá?”. Ou então o clássico “Ah, mas eu tenho vários amigos gays que trabalham com publicidade”.

    O fato é que paredes coloridas e funcionários em posições de entrada no mercado sempre serviram para disfarçar a resistência dos privilegiados em deixarem o público LGBTQIA+ assumir posições de liderança que permitam mudar os rumos da publicidade brasileira.

    Afinal, a publicidade tem forte influência nos rumos da sociedade. É ela, inclusive, que paga as contas da grande maioria dos formadores de opinião de portais de notícia, dos influenciadores digitais e da tv. Mudar a publicidade é um grande passo para mudar a sociedade. E é por isso que estamos aqui.

    Nós estamos aqui para questionar o mercado publicitário como um todo, e dizer que queremos mais. Queremos oportunidades iguais para conquistar posições de liderança. Queremos peças publicitárias ainda mais representativas. E queremos mostrar que nós podemos amar quem quisermos, ter a identidade de gênero a qual nos sentimos confortáveis, queremos nos manter vivos por meio do nosso trabalho e almejar uma carreira profissional de sucesso. Como qualquer outro ser humano pode.

    Somos lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, queers, intersexuais, entre outros. Somos o que nossa alma quis ser. E queremos o respeito para sermos os profissionais que escolhemos ser.

    – Geek Publicitário.